Alex Poatan comemora vitória após ‘guerra’ contra Bruno Blindado no UFC Vegas 50

O ex-campeão do Glory enalteceu o triunfo sobre o seu compatriota e citou sua evolução após os treinos com Glover Teixeira

A. Poatan em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Após muita expectativa por parte dos fãs de MMA, o duelo entre Alex Poatan e Bruno Blindado entregou praticamente tudo o que se esperava antes do UFC Las Vegas 50. Declarado vencedor na decisão unânime dos juízes, o ex-campeão do Glory falou sobre a ‘guerra’ contra o seu compatriota e enalteceu a sua evolução devido aos treinamentos com Glover Teixeira.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Foi uma guerra. Eu falei antes, disse que ele era um cara duro, que já vinha mostrando seu trabalho com três lutas e três nocautes. Eu sabia que era pedreira. Eu tinha isso em mente pra não me frustrar, em momento algum antes da luta falei que iria nocauteá-lo. Eu tive ali alguns momentos muito bons, mas teve umas horas que eu parava e sentia que não era o momento e ele se recuperava. Eu sou um cara experiente, principalmente na parte em pé, mas agora tenho mostrado o meu chão também e minhas defesas de queda. Teve uma hora ali que ele entrou, encaixei uma guilhotina, mas foi de um lado que não era muito legal, se tivesse na direita eu teria puxado e tenho quase certeza que teria pego ele ali. Estou treinando certo, me dedicando e o resultado é esse”, disse Poatan.

Treinando com o campeão dos meio-pesados (até 93kg) Glover Teixeira, Poatan enalteceu a sua evolução e destacou o alto nível das sessões de treino.

PUBLICIDADE:

“Eu venho treinando muito com o campeão Glover Teixeira e todos os dias ali sendo amassado por esse cara, como não ficar bom? Minha evolução está sendo muito rápida mesmo e é isso aí. A gente está treinando com os melhores pra dar esse resultado”, finalizou o ex-campeão do Glory.

Conhecido carrasco de Israel Adesanya nos tempos de kickboxing, Poatan chegou ao Ultimate em novembro de 2021. Em duas lutas na organização de Dana White, Alex nocauteou Andreas Michailidis e venceu Bruno Blindado por pontos. No MMA profissional, o lutador paulista possui um cartel de cinco triunfos e um reves.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276