VÍDEO: Árbitro se destaca ao separar briga generalizada dentro do cage do Brave CF

Valendo o cinturão dos meio-pesados, a luta co-principal do Brave CF 57, entre Mohammad Fakhreddine e Mohamed Said Maalen terminou em confusão

Disputa de cinturão no Brave CF terminou em confusão (Foto: Reprodução/Twitter)

A disputa do cinturão vago dos meio-pesados (até 93 kg) entre Mohammad Fakhreddine e Mohamed Said Maalen, na luta co-principal do Brave CF 57, realizado na última sexta-feira (11), terminou em confusão generalizada dentro do cage.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Após bater Maalen por nocaute técnico no segundo round, Fakhreddine foi até o corner de seu adversário provocando e mostrando o dedo médio para os treinadores. O ato deu início a uma briga generalizada que poderia ter sido muito pior se não fosse a intervenção do árbitro Aaron Wallace.

Wallace, que não era o árbitro central da disputa entre Fahkreddine e Maalen, conseguiu entrar no cage e impedir que a situação piorasse. O árbitro conseguiu afastar Fakhreddine e segurar lutadores e córners até que a situação esfriasse um pouco.

PUBLICIDADE:

No fim das contas, os ânimos se acalmaram e Fakhreddine e Maalen foram ao centro do cage para o anúncio oficial do vencedor.

A tensão entre Fakhreddine e Maalem não teve início no Brave 57. A rivalidade vem desde o primeiro encontro entre os lutadores, no Brave 52, em agosto do ano passado, quando Maalem conseguiu o nocaute técnico no primeiro round, mas acertou múltiplos golpes na nuca de Fakhreddine durante o processo. O libanês entrou com um recurso junto à Federação Italiana de Grappling e Artes Marciais Mistas e o resultado acabou alterado para “No Contest”.

PUBLICIDADE:

VEJA A CONFUSÃO GENERALIZADA NO BRAVE CF 57:

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276