Devido ao conflito entre Rússia e Ucrânia, Scott Coker descarta despedida de Fedor em sua terra natal

Segundo o presidente do Bellator, o último combate profissional da lenda do MMA, inicialmente planejado para Moscou, terá que ser marcado para outro local

F. Emelianenko e S.Coker posam para foto antes de evento do Bellator Reprodução: Instagram/@bellatormma

O sonho de Scott Coker de realizar a última luta profissional de Fedor Emelianenko na Rússia foi frustrado de forma pesada. Devido ao conflito com a Ucrânia, o presidente do Bellator descartou a idéia e prometeu conversar com o ‘Último Imperador’ para buscar um novo local que possa sediar o seu combate derradeiro da carreira.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Definitivamente, isso não vai acontecer em Moscou este ano. Nós não vamos fazer a luta de despedida do Fedor lá por razões óbvias. Vamos procurar uma outra opção em algum momento, mas vamos sentar com Fedor quando ele vier aqui e vamos ver o que acontece”, disse Coker.

O mandatário não escondeu a decepção com o conflito entre Rússia e Ucrânia e contou um pouco sobre o que planejava para o histórico show.

PUBLICIDADE:

“Nós tínhamos um show incrível planejado para Moscou. Não me importo em falar isso, mas originalmente a gente tinha aprovação para fazer a luta na Praça Vermelha. e seria uma grande despedida para o maior de todos os tempos, na minha opinião. Agora, temos que nos movimentar e criar alguma coisa grande, encontrar outro local, e um lugar incrível porque ele merece ter uma ótima despedida. E nós vamos fazer isso, só não sei onde ainda”, finalizou o mandatário.

Lutador profissional desde 2000, Fedor é considerado um dos maiores lutadores da história das artes marciais mistas. Com passagens vitórias por organizações como Pride, Strikeforce e M-1 Challenge, o ‘Último Imperador’ possui um cartel de 40 vitórias e apenas 6 derrotas em sua carreira.

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano