VÍDEO: Ao som de bombas, campeão do Bellator Yaroslav Amosov relata situação da Ucrânia: ‘atiram em civis’

O campeão meio-médio, que optou por permanecer e ajudar a defender seu país da invasão russa, falou sobre a situação atual em relato assustador

Y. Amosov é campeão meio-médio do Bellator (Foto: Bellator MMA)

Campeão peso meio-médio (até 77 kg) do Bellator, o ucraniano Yaroslav Amosov foi um dos diversos lutadores que optaram por pegar em armar e ajudar na defesa de seu país contra a invasão russa. No último domingo (13), o lutador, invicto no MMA profissional, apareceu nas redes sociais para atualizar seus seguidores a respeito da situação atual.

PUBLICIDADE:

Veja Também

No vídeo publicado por Amosov em seu perfil oficial no Instagram, é possível escutar o som de tiros e bombas enquanto o campeão mostra uma casa suposta bombardeada durante um ataque.

PUBLICIDADE:

“Saudações a todos. Gostaria de dizer, na verdade gostaria de repetir, que muitas pessoas falaram sobre essa operação especial. Vocês não estão nos salvando. Nós estamos nos defendendo. Tropas russas vieram ao nosso território e eles falam sobre nos salvar? É muito interessante para mim, quem vocês salvaram nesta casa? E isso é só uma fração. Eles atacam orfanatos e casas normais. Eles atiram em civis. Coisas terríveis estão acontecendo. Não entendo essas pessoas que não acreditam no que está acontecem em nosso país. Assistem a TV e acham que tudo está bem por aqui. Eles acreditam que vocês (povo russo) estão nos salvando. Vocês não estão nos salvando. Não sei como o povo da Ucrânia vai perdoar a Rússia pelo que fizeram com nosso país. E esse não é nem o final”, disse Amosov.

De acordo com informações da ONU, cerca de 600 civis já foram mortos desde que o início da invasão russa à Ucrânia, no dia 24 de fevereiro. Mais de 900 mísseis foram lançados pelas forças russas, atingindo diversas áreas com civis, incluindo recentemente uma maternidade.

“Muitas pessoas estão morrendo. Não sei como vocês podem falar para uma pessoa que vive na Ucrânia o que acontece aqui. Eu vejo com meus próprios olhos, posso ouvir – bom, tenho certeza que vocês podem ouvir. Nosso país vai se defender, nosso país vai vencer. Nosso povo está unido e nosso país é o melhor país no mundo”, garantiu Amosov.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276