Mesmo com tropeço diante de Poatan, Dana se rende à atuação de Blindado no UFC Vegas 50

Confronto entre brasileiros surpreende e presidente do Ultimate rasga elogios aos protagonistas

A. Poatan (esq.) e B. Blindado (dir.) se enfrentam no UFC Las Vegas 50. Foto: Reprodução/Instagram

Mesmo derrotado por pontos contra Alex Poatan, Bruno Blindado teve performance digna de elogios. Após topar o desafio de encarar a lenda do kickboxing no UFC Las Vegas 50, e entregar um confronto marcado pela agressividade, o paraibano teve sua atuação reconhecida pelo chefe, Dana White. Nas redes sociais, o ‘mandatário’ do Ultimate fez questão de manifestar sua empolgação com o show dado pelos brasileiros.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Espero que as pessoas tenham assistido àquela luta. Nossa, foi boa. O quão valente é Bruno Blindado? Vocês devem estar brincando comigo. Foi uma luta incrível. Por favor, me digam que assistiram. Se vocês perderam, é melhor levarem seus traseiros á ‘ESPN+’ (responsável pela transmissão norte-americana). Foi incrível”, declarou White, em sua conta no Instagram.

No último fim de semana, Poatan e Blindado subiram no octógono para um confronto que mexeu com os ânimos dos brasileiros. Promessas dos médios (até 83,9kg.), os atletas se enfrentaram de olho em uma posição no top 15 da categoria.

PUBLICIDADE:

Com dois nocauteadores frente a frente, os atletas não conseguiram a vitória na via rápida, mas promoveram um confronto marcado pela tensão e agressividade do início ao fim. Após três assaltos, Alex foi declarado vencedor na decisão unânime dos juízes.

Mesmo sofrendo o primeiro tropeço com as luvas do Ultimate, Bruno não se deixou abalar. Momentos após o confronto, o paraibano confirmou que se sente orgulhoso por ter gerado entretenimento aos espectadores e elogiou a performance do rival.

PUBLICIDADE:

Blindado comemorou o elogio nas redes sociais

B. Blindado compartilha elogio de D. White nas redes sociais. Foto: Reprodução/Instagram

PUBLICIDADE:

 

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano