Chimaev se compara a grandes nomes do MMA e diz ser ‘questão de tempo’ para dominar divisão dos meio-médios

Em preparação para luta com Gilbert Durinho, sueco avalia nível de atuação de Jon Jones, Conor McGregor e Khabib Nurmagomedov nos primeiros combates

K. Chimaev (foto) está invicto em dez lutas no MMA profissional. Foto: Reprodução/Instagram

Promessa dos meio-médios (até 77kg.), Khamzat Chimaev rebateu as críticas relacionadas ao nível dos atletas em que ele venceu no início de sua trajetória no Ultimate. Ele se comparou a grandes nomes do MMA como Jon Jones, Conor McGregor e Khabib Nurmagomedov para justificar que está no processo para enfrentar outras estrelas da organização.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“As pessoas dizem: ‘Ah, mas ele não lutou contra esse ou aquele cara’, mas os melhores também passaram por isso. Nas quatro lutas de Jon Jones no UFC, ele foi tocado. E eu não levei um soco. Nós não dizemos: ‘Nas primeiras lutas, Jones não pegou os melhores’. Tipo, os caras muito bons. Conor (McGregor) não pegou caras muito bons nas primeiras lutas. Khabib (Nurmagomedov) não pegou caras ótimos. Eu só preciso de tempo”, declarou Chimaev em entrevista ao canal ‘Blockasset’.

Depois de viver um drama pessoal, chegando até a anunciar sua aposentadoria precoce por conta de sequelas da Covid-19, Chimaev retornou ao octógono em outubro da temporada passada, após um ano de inatividade. No retorno, um show. O atleta finalizou Li Jingliang sem receber sequer um golpe.

PUBLICIDADE:

Invicto em dez lutas na carreira, Chimaev se prepara para enfrentar Gilbert Durinho no UFC 273, evento previsto para acontecer em 9 de abril. Em caso de vitória, o lutador pode se credenciar a uma chance pelo título dos meio-médios (até 77kg.), liderado por Kamaru Usman.

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276