Promessa do Ultimate explica briga com ‘novo McCgregor’ nos bastidores do UFC Londres e faz desafio ao rival

Destaque card preliminar do evento deste sábado, Ilia Topuria esclarece sobre confusão com Paddy Pimblett em evento promocional do show

I. Topuria (esq.) e P. Pimblett (dir.) são destaques no UFC Londres. Foto: Montagem SUPER LUTAS

Pivô de uma confusão com o candidato a nova estrela do Ultimate, Paddy Pimblett, Ilia Topuria explicou o que motivou a troca de socos com o peso leve (até 70,3kg.) nos bastidores de evento promocional do UFC Londres. Destaque no card preliminar do show deste sábado (19), o lutador afirmou que a desavença com a promessa da empresa não é recente. Em entrevista ao ‘The MMA Hour’, o combatente explicou o que motivou o incidente.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Não aconteceu pelo fato de ele ter me chamado de algo. Isso vem de muito tempo atrás. Ele estava discutindo com um dos meus melhores amigos no Twitter e publicou algo como: ‘Agora, entendo por que a Rússia destruiu a Geórgia. É porque você é um idiota’. Isso fez meu sangue ferver. Quando vi, fiquei surpreso. Não acreditei quando vi essa publicação. Em 2008, quando eu estava deixando a Geórgia, quando a guerra aconteceu, foi um tempo difícil para mim, minha família, meus amigos, meu país. Muitas pessoas inocentes, inclusive crianças, estavam morrendo na guerra”, disse o peso leve.

Após justificar a ação, Topuria relembrou o incidente registrado em vídeo e que movimentou o evento deste fim de semana. O atleta deu sua versão sobre como a confusão teria se iniciado.

PUBLICIDADE:

“Ele queria apertar a minha mão. Ele não veio diretamente a mim, mas olhou de maneira amigável. Lancei uma garrafa no seu rosto e ele mandou de volta. Não sei por que, mas me descontrolei e soltei um soco de direita. Todos viram o vídeo, o que aconteceu. É difícil. Você tem a bandeira da Ucrânia (no estúdio). Você pode imaginar se eu começo a fazer piadas sobre a guerra? Há pessoas sofrendo. Você não pode falar disso. (…) Em 2008, vivemos a mesma situação. Vivíamos lá. Muitos caras da minha sala, amigos, vi muitos deles perdendo familiares na guerra. Me incomoda quando escuto alguém brincando com isso”, desabafou.

Mesmo com os ânimos mais calmos após a briga, Topuria garante que a história com Paddy não foi encerrada com a confusão. O lutador garante que, após o compromisso deste fim de semana, tem planos de resolver as diferenças com o inglês no octógono.

“Vi uma entrevista dele (Pimblett) dizendo: ‘Ele não é ninguém. É pequeno’. (…) Sim, talvez eu não seja muito alto, mas preciso de apenas um soco. (…) Se ele vencer (no UFC Londres), realmente quero enfrentá-lo. Mesmo que ele não vença, quero a luta, por causa do meu povo, por minha causa. Quero arrancar sua cabeça”, encerrou.

PUBLICIDADE:

Neste sábado, Topuria tem compromisso marcado contra Jai Herbert. Paddy também é um dos destaques do espetáculo. Considerado, por alguns, como ‘novo Conor McGregor’, o inglês mede forças com o mexicano Rodrigo Vargas.

Podcast #69: Alex Poatan brilha e Adesanya sai vaiado no UFC 276