Ex-policial, protagonista do UFC Columbus vê Cain Velasquez em ‘situação muito ruim’

Chris Daukaus, que enfrenta Curtis Blaydes na luta principal do evento do próximo sábado (26), falou sobre a situação do ex-campeão

C. Velasquez segue detido, e sem direito a fiança. Foto: Reprodução/Instagram

Protagonista do UFC Columbus, neste sábado (26), quando enfrenta Curtis Blaydes na luta principal, Chris Daukaus utilizou sua experiência como ex-policial para falar sobre a situação vivida pelo ex-campeão dos pesados Cain Velasquez.

PUBLICIDADE:

Veja Também

O peso pesado, que só deixou o cargo na polícia da Filadélfia no ano passado para focar integralmente na carreira no MMA, afirmou que Velasquez se encontra em “situação muito ruim” após ser acusado de tentativa de homicídio contra um homem por sua vez acusado de molestar uma familiar do lutador.

“Como pai e lutador, estou ok com o que Velasquez fez. Sim, é uma m**** ele ter atirado na pessoa errada, mas eu entendo de onde ele está vindo, entendo as emoções que ele deve ter sentido e não posso imaginar o que estava passando em sua cabeça. Não posso me imaginar estando naquela situação. Como ex-policial lidando com as circunstâncias do caso e os fatos, eu sabia que ele seria preso. Ele vai ser condenado. É uma situação muito ruim, eu acho. Vamos ver como as coisas vão acontecer de acordo com a linha do tempo. Se ele sabia das coisas, se ele não sabia, se foi um crime passional com suas emoções, se ele apenas reagiu, isso tudo pode servir como um fator oposto a ele planejar uma vingança contra a pessoa”, analisou Daukaus.

PUBLICIDADE:

Chris Daukaus continuou, afirmando que a ação de Cain Velasquez demonstra a falta de fé que as pessoas tem no sistema judiciário dos Estados Unidos.

“Como pai de um filho pequeno e esperando uma menina, posso respeitar o que ele fez. Eu entendo o que ele fez, mas como ex-policial, como eu disse, ele quebrou a lei e precisa estar preso. Acho que isso serve para mostrar o tipo de fé, ou falta dela, que as pessoas tem no sistema de justiça criminal nos Estados Unidos, que você pode dizer, não só por essa história, que parece estar quebrado no momento. Eu realmente desejava que estivesse consertado, mas parece ser realmente errado que o cara que fez o que fez com Velasquez esteja livre para viver em sociedade e de volta à vida normal após o que fez, supostamente, a alguém”, finalizou.

PUBLICIDADE:

Nono colocado no ranking dos pesados, Chris Daukaus impressionou em seu início de trajetória no UFC com quatro nocautes consecutivos, mas acabou nocauteado por Derrick Lewis em dezembro do ano passado. O ex-policial busca se recuperar em duelo contra Curtis Blaydes, quarto do ranking, neste sábado.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276