UFC ‘ignora’ candidatos a desafiante e negocia quarta luta entre Deiveson e Moreno para julho

Organização descarta Pantoja, Askarov e Kara-France e aposta em nova batalha entre brasileiro e mexicano por cinturão dos moscas

D. Figueiredo (dir.) e B. Moreno (esq.) têm rivalidade histórica no UFC. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

O bom momento de Alexandre Pantoja, Askar Askarov e Kai Kara-France parece não ter sido o suficiente para convencer a diretoria do UFC a escalar um dos atletas pelo cinturão dos moscas (até 56,7kg.). De acordo com o repórter Arie Helwani, a companhia negocia uma quarta luta entre o campeão Deiveson Figueiredo e Brandon Moreno. A expectativa é que o embate aconteça em julho.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Caso seja confirmada, a luta marcará a quarta vez em que Deiveson e Moreno dividem o octógono. Até o momento, a rivalidade é marcada por uma vitória para cada lado, e um empate.

A história entre Figueiredo e Brandon teve início em dezembro de 2020. Na ocasião, o brasileiro se encaminhava para sua segunda defesa de cinturão. O confronto entre os moscas foi marcado pela agressividade e equilíbrio, terminando em empate e, pela regra, garantindo a manutenção do trono pelo paraense.

PUBLICIDADE:

Na revanche imediata, Brandon foi melhor. Afiado e com estratégia perfeita, o lutador conseguiu anular o brasileiro, que acabou finalizado no terceiro round.

Após insistir por meses, Deiveson acabou conseguindo a oportunidade de reverter o resultado da segunda luta. Na trilogia histórica para a divisão até 56,7kg., o brasileiro voltou a ter grande performance e superou o mexicano por pontos após uma batalha de cinco rounds.

PUBLICIDADE:

Assim que bateu Moreno, Figueiredo já havia indicado a possibilidade de realizar uma quarta luta contra o desafiante. O brasileiro, no entanto, mudou de ideia rapidamente e sugeriu um confronto contra Kai Kara-France.

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano