AO VIVO

Acompanhe o UFC 276, com disputas de cinturão e Alex Poatan

Estrela do Bellator persegue e detém suspeitos de roubo à sua residência na Holanda; entenda o caso

Ex-desafiante ao cinturão dos médios, Melvin Manhoef passa por situação assustadora ao impedir assalto e defender família

M. Manhoef viveu episódio assustador para defender família de suposto assalto. Foto: Reprodução/Instagram

Estrela do Bellator e ex-desafiante ao cinturão dos médios na organização, Melvin Manhoef passou por uma situação de risco, há alguns dias, em Landsmeer, na Holanda. Veterano do MMA, o lutador protagonizou uma perseguição de automóvel, deteve três pessoas e impediu o que, supostamente, seria uma tentativa de roubo à sua residência. Em entrevista ao ‘MMA Fighting’, o atleta explicou que recebeu uma ligação de vizinhos, que suspeitaram de indivíduos próximos à casa.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Eu joguei meu carro na frente deles e fiquei encarando”, disse Manhoef. “Eles me viram, ficaram olhando e, então, foram embora. Depois disso, fui atrás deles, os persegui e bati na parte de trás (do carro) deles, e não consegui pará-los, porque eles estavam muito rápido. Então, passei para o lado e bati na lateral. Eles foram para o lado da estrada, e o carro estava meio que derrapando, e nós batemos. O carro parou no meio da estrada, de lado”, narrou Melvin.

Depois de perseguir os suspeitos pela via, o veterano do MMA descreveu o que aconteceu na sequência. Com os indivíduos impossibilitados de deixar o local, o lutador conseguiu deter os supostos ladrões.

PUBLICIDADE:

“Eu saí e falei ‘venham aqui’, porque eles tinham suas ‘coisas de ladrões’ para entrar na casa. Eu quebrei a janela (do automóvel dos suspeitos) e puxei o cara pra fora. Abri a porta e o coloquei no chão. Eu estava gritando, ficando louco. Todos colocaram as mãos e os joelhos no chão. Algumas pessoas ajudaram, saíram de suas casas e ligaram para o 911 (contato para acionar as forças policiais). Em alguns minutos, eles (a polícia) estavam lá”, disse.

Pivô daquela que seria uma ótima cena de filme de ação, Manhoef explicou por que tomou a atitude drástica. O veterano, inclusive, afirmou estar pronto para assumir qualquer punição da justiça relacionada à perseguição automobilística.

PUBLICIDADE:

“Se eles forem invadir, e minha esposa estiver lá, eles amarram minha esposa ou meu filho, e eu não poderia me perdoar. Meu instinto era: ‘você não pode chegar perto da minha família’. Essa é como minha regra número um. Não toque na minha família. Se você fizer isso, vai pagar. (…) Se tiver que enfrentar alguma acusação, o que posso fazer? Eu errei, porque eu bati o meu carro, mas eu bati com um propósito. Sabia que eles estavam na minha casa”, encerrou.

PUBLICIDADE:

Profissional no MMA desde 1995, Melvin acumula 50 lutas na modalidade. No Bellator desde 2014, o lutador disputou o cinturão dos médios em duas oportunidades, ambas em 2016, contra Rafael Carvalho, mas não conquistou o cinturão.

Em 2020, o lutador foi o responsável por dar as ‘boas-vindas’ a Corey Anderson na companhia e acabou duramente nocauteado. O lutador de 45 anos, atualmente, se prepara para outro grande desafio nos meio-pesados. Em 6 de maio, o combatente enfrenta Yoel Romero, que busca o primeiro triunfo na empresa.

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276