Gilbert Durinho mira ‘finalização espetacular’ sobre Khamzat Chimaev por nova chance de disputar cinturão

Brasileiro enfrenta o russo naturalizado sueco no card principal do UFC 273, no dia 9 de abril

G. Durinho em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram

No dia 9 de abril, no card principal do UFC 273, Gilbert Durinho e Khamzat Chimaev se enfrentam em uma das mais aguardadas lutas entre meio-médios (até 77 kg) dos últimos tempos. Enquanto o russo naturalizado sueco busca cravar seu nome como um dos principais nomes da divisão, Gilbert Durinho luta por uma segunda chance pelo cinturão da divisão.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Em entrevista ao site “The Underground”, Gilbert Burns definiu o duelo contra Khamzat Chimaev como um desafio de “alto risco e alta recompensa”.

“Do jeito que eu vejo, o risco é muito grande, mas a recompensa também é muito grande. Muita gente vai estar assistindo. Dana falou, e eu sei que a opinião dele pode mudar, mas ele disse que o vencedor dessa luta pode ter a chance pelo título. Então com certeza vale a pena enfrentar esse cara”, analisou o brasileiro.

PUBLICIDADE:

Durinho elogiou seu futuro oponente, que se encontra invicto na carreira e com 100% de aproveitamento em interrupções, mas garantiu que “vai com tudo” para conseguir uma nova chance pelo título dos meio-médios.

“Ele é muito duro, jovem, faminto. Mas se não fosse ele, eu estaria esperando outro cara dizer sim. E vamos dizer que eu bata outro cara que não seja Khamzat, se a luta fosse mais ou menos, ele não me daria a disputa de cinturão. Então vou com tudo para essa luta. Se eu vencer, consigo outra disputa. Se eu perder, preciso de mais algumas vitórias”, disse Durinho.

PUBLICIDADE:

Por fim, Gilbert Durinho afirmou que, mais do que vencer, está focado em ter uma boa performance contra Chimaev e disse acreditar em uma vitória por finalização na noite do dia 9 de abril.

PUBLICIDADE:

“Eu acredito que vá ser uma finalização, mas posso estar errado. Pode ser uma p**** de decisão dividida e talvez a gente possa fazer outra luta, então não gosto de fazer um monte de planos porque já me frustrei múltiplas vezes. Vamos ver. Estou focado na performance, mas acredito em uma finalização. Existem muitos cenários, é difícil prever o que vai acontecer, mas estou focado na performance e acho que uma finalização espetacular dá um recado. Vamos ver. Talvez lutar pelo título, talvez enfrentar Colby Covington. Isso fica para a frente. Vamos focar no dia 9 de abril”, finalizou.

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano