VÍDEO: Matheus Nicolau celebra boa fase e reforça ‘sonho’ por disputa de cinturão no UFC

Em entrevista exclusiva ao SUPER LUTAS, brasileiro acredita que passar por grandes nomes faz com que ele crie uma ‘bagagem’ para chance de título nos moscas

Promessa dos moscas (até 56,7kg.), Matheus Nicolau está em uma sequência de três vitórias em série desde que voltou ao UFC e, de quebra, ocupa a sétima colocação no ranking da divisão liderada por Deiveson Figueiredo. Em entrevista ao SUPER LUTAS, o brasileiro falou sobre o atual momento, além de projetar futuro e possível chance pelo cinturão da organização.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Daqui um ano, eu me enxergo bem próximo do cinturão. É claro que as coisas nem sempre acontecem como a gente espera e eu sou a prova viva disso, por minha história no UFC, dentro de frustrações e lesões. Porém, me vejo bem perto do cinturão. É meu objetivo, é o plano que eu tenho sonho na minha cabeça e estou tentando executar. Ou, quem sabe, já até com uma disputa de cinturão. Vamos ver o que vai acontecer. Mas, com certeza, a categoria está muito emocionante e o público só vai ver luta boa. Não tem para onde correr”, disse Nicolau.

Nunca foi fácil…

A trajetória de Nicolau não tem sido fácil. Desde seu retorno ao UFC, o brasileiro precisou enfrentar duros nomes, como Manel Kape, Tim Elliot e David Dvorak rumo ao topo da divisão dos moscas (até 56,7kg.). Ele, no entanto, diz não desanimar com os desafios e acredita que passar por grandes nomes faz com que ele crie uma ‘bagagem’ para estar pronto no futuro.

PUBLICIDADE:

“É assim que eu tento pegar os desafios. E é assim desde o início. Minha primeira luta oficial (ainda na primeira passagem) foi contra John Moraga, que já tinha lutado pelo cinturão. E acho que esse é o caminho. Como eu sempre falo, o foco é chegar no topo, com os pés no chão, com muito trabalho a ser feito e pegando os caras mais duros. Isso vai me fazer pegar uma bagagem certa para, quando a oportunidade aparecer, eu estar pronto”, reforçou o ex-TUF Brasil 4.

Pantoja? Agora não!

Sétimo colocado no ranking, Matheus se diz pronto para medir forças contra todos os outros nomes, mas prefere evitar, por ora, um dos principais lutadores da divisão. Questionado sobre seu futuro, o mineiro indicou respeito por Alexandre Pantoja e quer encarar o compatriota apenas em eventual oportunidade pelo título.

PUBLICIDADE:

“Estou de olho e atento às movimentações da divisão. Tem a possível quarta luta entre Deiveson (Figueiredo) e (Brandon) Moreno, além de outros ranqueados já terem luta marcada. Se pudesse escolher, Pantoja é compatriota e já treinou comigo. É um cara que eu tenho respeito e admiração. Se eu fosse lutar com ele, gostaria que fosse algo pelo cinturão. Para que a gente vai ‘se bater’ antes, se podemos lutar com vários outros caras”, finalizou.

PUBLICIDADE:

Histórico de Nicolau

Em duas passagens pelo Ultimate, Matheus Nicolau tem feito bonito. Até o instante, o brasileiro fez sete lutas, com seis vitórias e apenas uma derrota na divisão. Em sua carreira, são 18 resultados positivos, três negativos e um empate.

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano