AO VIVO

Acompanhe a PFL 5 2022, com esquadrão brasileiro em ação

Após derrotar Durinho, Chimaev abre portas para duelo com Covington e provoca: ‘se não chamar a polícia’

O russo naturalizado sueco provocou o possível rival fazendo menção à recente polêmica com Jorge Masvidal

K. Chimaev em coletiva de imprensa após o UFC 273 (Foto: Reprodução/Youtube)

As marcas da guerra de três rounds contra Gilbert Durinho mostraram ao mundo que Khamzat Chimaev é, de fato, de carne e osso, mas não pareceram abalar muito a confiança do russo naturalizado sueco. Após derrotar o segundo colocado no ranking dos meio-médios, o “Lobo” deixou as portas abertas para enfrentar Colby Covington, primeiro colocado no ranking da divisão, mas não sem antes provocar o possível rival.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Ao ser perguntado sobre uma possível luta contra “Chaos” durante a coletiva de imprensa realizada após o UFC 273, Khamzat Chimaev afirmou que aceitaria enfrentar o norte-americano, desde que ele não ligue a polícia, fazendo menção à recente polêmica entre Covington e Masvidal, que terminou com o “Gamebred” preso após agredir o rival.

“Com certeza, eu lutaria contra qualquer um. Se esse cara não ligar para a polícia, eu ficarei feliz em aceitar a luta e esmagar a cara dele”, provocou Chimaev.

PUBLICIDADE:

Perguntado se acredita que pode nocautear Colby Covington, Khamzat Chimaev foi sucinto na resposta.

“Com certeza”, respondeu.

PUBLICIDADE:

O duelo contra Gilbert Burns marcou a primeira vez que Khamzat Chimaev foi à decisão dos juízes laterais. O sueco tem agora 11 lutas e 11 vitórias no MMA profissional.

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano