Após unificar cinturões, Sterling diz que ‘adoraria bater’ em Dillashaw e ataca provável rival: ‘trapaceiro e sujo’

O atual detentor do cinturão dos galos citou os casos de doping do ex-campeão, que deve ser seu próximo adversário

A. Sterling em coletiva após o UFC 273 (Foto: Reprodução/Youtube)

Após unificar os cinturões linear e interino do peso galo (até 61,2 kg) ao derrotar Petr Yan na luta co-principal do UFC 273, neste sábado (9), Aljamain Sterling já direcionou a mira para seu próximo alvo: TJ Dillashaw. O ex-campeão foi desafiado por Sterling ainda no octógono e citado também por Dana White como provável próximo desafiante ao título da divisão.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Em entrevista coletiva após o evento, Aljamain Sterling lembrou que TJ Dillashaw foi um de seus principais críticos após o incidente na primeira luta contra Petr Yan, no ano passado, quando conquistou o cinturão dos galos após receber um golpe ilegal do russo e não conseguir continuar no combate.

“Ele (Dillashaw) vem sendo um grande crítico. O cara não para de falar de mim, do meu coração. Dizendo que não tenho espírito de lutador. Espírito de lutador é nunca desistir e eu mostrei isso dessa vez e até mesmo na minha pior noite, que foi minha primeira performance contra Yan. Mostrei do que sou capaz e minha força mental”, afirmou o campeão.

PUBLICIDADE:

Sterling continuou o desabafo, atacando o provável próximo desafiante da categoria. O atual campeão falou sobre os casos de doping que afastaram o ex-detentor do cinturão dos galos das competições por anos.

“Se alguém é mentalmente fraco é esse cara. O cara precisa de esteroides para alavancar sua carreira e vencer a quantidade de lutas que venceu no UFC. Mal posso esperar para socá-lo na cara. Ele é alguém que eu gostaria de socar. Ele tem boa habilidade, mas é um trapaceiro, é sujo e eu gostaria de uma oportunidade de estapeá-lo e provar quem é o número um”, finalizou.

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano