Mesmo derrotado, Gilbert Durinho celebra ‘guerra’ contra Khamzat Chimaev no UFC 273; confira

Brasileiro comemora grande atuação em um dos confrontos mais empolgantes da temporada 2022

G. Durinho (dir.) e K. Chimaev (esq.) protagonizaram grande batalha no UFC 273. Foto: Reprodução/Instagram

Mesmo derrotado na aguardada luta contra Khamzat Chimaev no UFC 273, Gilbert Durinho tem motivos de sobra para comemorar. Além de faturar o desejado bônus de US$50 mil (mais de R$230 mil) pelo ‘Confronto da Noite’, o brasileiro está ciente de que teve performance convincente, arrancando, inclusive, elogios do patrão, Dana White. Em suas redes sociais, o niteroiense analisou a grandiosidade do combate.

PUBLICIDADE:

Veja Também

278106507_3080089665563572_7688575833298783120_n

“Luta do ano, até o momento?”, publicou Gilbert, em sua conta no Instagram.

O compromisso no UFC 273 marcou o maior desafio do promissor Chimaev, que enfrentou seu maior desafio como profissional no MMA. O sueco, que havia massacrado todos os quatro adversários que encarou no Ultimate, teve dificuldades diante do brasileiro, mas deixou o octógono com o resultado positivo, na decisão unânime dos juízes.

PUBLICIDADE:

Superado na opinião dos jurados, Durinho provou, mais uma vez, ser dono de uma grande capacidade técnica e de resistência. O niteroiense chegou a abalar o ‘monstro’ em algumas oportunidades.

A comoção pelo combate também tocou Dana White, presidente do Ultimate. Impressionado com a atuação das estrelas, o mandatário admitiu que o brasileiro receberia o pagamento de vencedor, assim como Khamzat.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276