AO VIVO

Acompanhe a PFL 5 2022, com esquadrão brasileiro em ação

Advogado de alvo de Velasquez pede ‘cuidado’ em acusações públicas a suspeito de abuso de menor

Defesa de Harry Goularte, Stephen DeFilippis pede que população respeite caso, até que processo esteja encerrado

C. Velasquez segue detido, e sem direito a fiança. Foto: Reprodução/Instagram

Representante Harry Goularte, acusado de abuso de menor e alvo de Cain Velasquez, no caso que resultou na prisão do ex-campeão do UFC nos Estados Unidos, Stephen Defilippis se manifestou sobre o caso do cliente. Após a ausência do réu em audiência realizada nesta quarta-feira (13), no tribunal de South County Morgan Hill, e posterior apelação para que a sessão fosse realizada de forma virtual, o advogado de defesa conversou com a imprensa. Depois de conseguir um adiamento no processo, o profissional pediu ‘cuidado’ às manifestações públicas no caso envolvendo a estrela do MMA.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Nós queremos provar sua (de Goularte) inocência e acho que as pessoas que estão aqui protestando (em frente ao tribunal) deveriam entender que uma pessoa é inocente até que seja condenada. Ele não cometeu crime”, disse Stephen, em trecho divulgado pelo ‘MMA Junkie’.

Ausente na sessão desta quarta-feira, Harry terá um novo compromisso com a justiça em data confirmada para 6 de junho. O processo, como autorizado pela juíza Le Jacqueline Duong, acontecerá de forma virtual, como solicitado pela defesa.

PUBLICIDADE:

Preso desde fevereiro de 2022, Velasquez é acusado de tentativa de homicídio. Segundo informações, a ação do ex-lutador foi motivada depois da suposta notícia de que Goulart havia molestado um membro de sua família de quatro anos.

Na tentativa de ‘fazer justiça com as próprias mãos’, Cain teria se envolvido em uma perseguição automobilística, efetuado disparos com arma de fogo e atingido o pai do suspeito. As seguidas infrações agravaram a situação do antigo campeão do Ultimate, que segue detido, sem direito a fiança.

PUBLICIDADE:

A defesa do peso pesado, nesta semana, teve novo pedido de liberação do lutador negado. Uma nova audiência, no entanto, está marcada para 6 de maio.

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano