Mesmo com ambos em má fase, Dana White descarta risco de demissão para Michael Chandler e Tony Ferguson

Com os dois atletas vivendo momento delicado na carreira, o presidente do UFC garantiu que os pesos leves não correm risco de perder o emprego.

O duelo entre M. Chandler e T. Ferguson acontecerá no UFC 274. Foto: Montagem SUPER LUTAS

O duelo entre Michael Chandler e Tony Ferguson, que acontecerá no UFC 274, entregará ao fã de MMA um confronto entre dois atletas de alto nível, mas que não vivem o melhor momento de suas carreiras. Porém, no que depender de Dana White, os lutadores não precisam se preocupar em perder o emprego. O presidente do Ultimate garantiu que ambos não correm risco de demissão e usou a justificativa de os pesos leves (até 70,3kg) sempre entregam combates emocionantes quando sobem ao octógono.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Você ainda está falando sobre o número cinco contra o número sete da divisão mais perigosa do esporte. Se você olhar para quem eles perderam, foi para os melhores do mundo. Esses caras sempre entregam. Eles sempre vêm para lutar. Ninguém está lutando por sua vida nesta aqui”, disse Dana em entrevista ao site ‘Underground’.

Ex-campeão interino dos leves, Ferguson não vence um confronto desde junho de 2019, quando bateu Donald Cerrone e desde então, emendou três derrotas seguidas. Ex-desafiante da categoria, Michael Chandler também não vive bom momento e vem de dois resultados negativos em sequência. Seu último triunfo foi em janeiro de 2021, quando fez sua estreia no Ultimate, e nocauteou Dan Hooker ainda no primeiro round.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276