Aos 43 anos, Massaranduba celebra nova vitória no UFC e garante: ‘Ainda tenho mais a mostrar’

Com exclusividade ao SUPER LUTAS, xodó da torcida brasileira comemora grande momento na carreira

Um show dentro e fora do octógono. Xodó da torcida brasileira, Francisco Massaranduba é um exemplo de carisma e perseverança dentro do MMA. Aos 43 anos, o atleta falou com exclusividade ao SUPER LUTAS após conquistar nova vitória no UFC 274, e traçou planos para o futuro da carreira.

PUBLICIDADE:

Veja Também

No último sábado (7), Massaranduba protagonizou uma das lutas mais emocionantes do UFC 274, e deixou o octógono com mais um resultado positivo na empresa. Após três rounds intensos, o brasileiro superou Danny Roberts na decisão unânime dos juízes.

É só o começo…

Representante do UFC há 10 anos, Massaranduba entende que ainda pode chegar em seu ápice na companhia. O atleta, então, analisa sua última performance e faz uma promessa aos fãs brasileiros.

PUBLICIDADE:

“Eu já assisti a luta novamente. (…) Faltou muito pouco para acabar (chegar a um nocaute). Fiz ele (Roberts) sentir a mão, mas me agarrei com ele. Foi uma luta boa, todo mundo gostou, mas tenho mais a mostrar ainda”, garantiu Francisco.

E o próximo adversário, Massaranduba?

Com uma ‘pitada’ de crítica, Francisco opta por não desafiar um novo nome para seu próximo desafio no UFC. O atleta explica por que evita propor eventuais confrontos quando vence seus compromissos.

PUBLICIDADE:

“Não tenho ninguém (para desafiar). Não adianta eu ficar falando. Estou há 10 anos no UFC. Nunca pedi para enfrentar um cara e o UFC me deu. Não vou pedir mais ninguém, só bater nos caras que passarem na minha frente. Não vou gastar energia com isso. Vou ganhar meu dinheiro”, afirmou.

PUBLICIDADE:

43 anos, e além

Aos 43 anos, Massaranduba não quer ouvir a palavra ‘aposentadoria’. Em grande fase na carreira, o atleta analisa quando pretende pendurar as luvas.

“Não vou falar idade (em que pretende encerrar a carreira). Vou lutar até meu corpo suportar. No dia em que eu não tiver mais com vontade de treinar, eu paro de lutar. Por enquanto, não posso ficar dois dias sem treinar. Fico louco para treinar. É o meu combustível”, encerrou.

Histórico do atleta

Único remanescente do TUF (The Ultimate Fighter Brasil) 1, Massaranduba acumula 36 lutas na carreira. Profissional no MMA desde 2006, o brasileiro, hoje, soma 28 vitórias e oito derrotas.

Podcast #63: Blachowicz merece enfrentar Glover pelo cinturão do UFC? Lyoto perde no Bellator e se complica