Khabib Nurmagomedov surpreende e aceita desafio inusitado de Tony Ferguson; confira a resposta

Lenda do MMA russo vê com bons olhos a proposta de ‘competição entre técnicos’ em eventual TUF; atletas não se enfrentariam no octógono

K. Nurmagomedov (esq.) e T. Ferguson (dir.) fazem encarada em 2018. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Desafiado por Tony Ferguson para um ‘concurso de treinadores’ em um eventual edição do ‘The Ultimate Fighter’ (TUF), o aposentado Khabib Nurmagomedov surpreendeu e aceitou a proposta. Sem planos de voltar ao MMA profissional, o russo vê com bons olhos a competição sugerida pelo antigo rival. Uma luta entre os técnicos, no entanto, está descartada.

PUBLICIDADE:

URGENTE: Luta Anderson Silva no Boxe é remarcada para o próximo sábado

Veja Também

“Tony, eu gostei da ideia sobre o TUF. Ligue para os seus chefes e deixe que eles façam a oferta. Se eles não tiverem ideias, eu mesmo vou te oferecer um acordo no Eagle FC. Estamos movimentando alguns negócios por aqui, e você sabe”, escreveu Khabib, em sua conta no Twitter.

Ex-campeão dos leves (até 70,3kg.) do Ultimate, Khabib pendurou as luvas oficialmente em outubro de 2020. Na ocasião, o atleta havia acabado de unificar o título da divisão, ao finalizar Justin Gaethje. O atleta justificou a decisão à morte precoce de seu pai e mentor, Abdulmanap Nurmagomedov, vítima da Covid-19.

PUBLICIDADE:

Antes de deixar o esporte, o russo protagonizou, junto a Ferguson, uma das maiores rivalidades na história recente do Ultimate. Os atletas, no entanto, nunca chegaram a dividir o octógono. Com cinco lutas confirmadas no UFC, todas acabaram canceladas, frustrando os planos da ‘luta dos sonhos’.

Antigo dono do título interino da divisão até 70,3kg., Tony vive seu pior momento na carreira. Atual número 10 no grupo, o veterano de 38 anos acumula quatro derrotas consecutivas.

O desafio de Ferguson a Khabib faz parte do sonho antigo do ‘Bicho Papão’ em se provar melhor do que a lenda russa. Mesmo sem a oportunidade de medir forças com Khabib no octógono, o norte-americano se contenta em bater o atleta na disputa de treinadores.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276