Em destaque nos meio-médios, Gilbert Durinho mira em luta contra Covington ou Masvidal na sequência

Em alta com os fãs, brasileiro quer enfrentar um grande nome em sua próxima luta para se aproximar de nova disputa de cinturão

G. Durinho é destaque nos meio-médios do UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Conhecido por aceitar qualquer desafio proposto pelo UFC, Gilbert Durinho acredita que chegou o momento de escolher melhor seus próximos passos na organização. Após derrota apertada para Khamzat Chimaev em uma “guerra”, no UFC 273, o brasileiro, que cresceu em popularidade com os fãs, crê que fez por merecer o direito de escolher um adversário “de peso” para sua próxima luta e já tem dois alvos favoritos: Colby Covington e Jorge Masvidal.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Em entrevista ao site norte-americano “MMA Junkie”, Durinho afirmou que estaria disposto a esperar Covington e Masvidal resolverem suas questões legais para enfrentar um dos dois.

“Acho que a luta que mais faz sentido seria contra Colby Covington ou Jorge Masvidal. Essas são as duas lutas que eu gostaria, mesmo com todas as questões legais. Se eu precisar esperar, eu espero. Não me importo. São as lutas que fazem sentido e que eu quero. Não quero outro postulante ao título que venha de trás. Não, agora estou me tornando um destaque na divisão. Ainda enfrentaria qualquer um, não me entenda errado, mas você tem que provar que merece estar aqui”, explicou o brasileiro.

PUBLICIDADE:

Apesar de esportivamente sempre ter se destacado desde que subiu aos meio-médios (até 77 kg), chegando inclusive a disputar o cinturão da divisão, é fato que a popularidade de Gilbert Durinho “explodiu” após o duelo contra Khamzat Chimaev. O brasileiro afirma que precisa “surfar a onda” e garante que o título ainda é o objetivo principal.

“Eu sempre quis ser esse cara e trabalhei muito para isso. Finalmente aconteceu. Tenho que surfar essa onda agora e tirar vantagem. A quantidade de seguidores e o amor que estou recebendo dos fãs é loucura. As oportunidades e acordos que estou conseguindo estão mudando e isso vai ser transferido para as lutas. Na minha próxima luta, vou chegar com sangue nos olhos. A luta contra Khamzat foi muito equilibrada. Muita gente viu o coração, o trabalho e que não há nada de desistente em mim. Vou continuar mostrando isso na minha próxima luta. Contra um grande nome, vou mostrar às pessoas do que sou capaz. Quero consolidar minha carreira e jornada e tenho que conseguir o cinturão. Nada como uma grande luta para me deixar mais perto desse objetivo”, finalizou.

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano