AO VIVO

Poatan massacra no UFC 276 e chega em Adesanya. SUPER LUTAS debate

Demian Maia nega aposentadoria e expressa desejo de fazer luta de despedida no UFC

Após quase quatro 14 anos, veterano expressa vontade de assinar com o Ultimate por mais um combate antes de se aposentar do MMA

D. Maia em vitória no UFC. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Livre de contrato, Demian Maia tem planos para seu futuro no esporte. O veterano, que esteve por quase 14 anos no UFC, revela desejo de fazer uma luta de despedida como forma de satisfação pelos serviços prestados e feitos históricos na organização. Ele, no entanto, descarta seguir competindo em outras organizações de MMA.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Não estou oficialmente aposentado. Quero fazer mais uma luta no UFC, mas não quero lutar em nenhum outro evento, porque o UFC é a minha casa. Tem sido a minha casa nos últimos 15 anos. Então, se eu tiver outra chance, faria mais uma luta lá”, afirmou Maia em entrevista ao ‘Morning Kombat’.

Profissional desde 2001, Demian se destacou na divisão dos meio-médios (até 77kg.) e médios (até 83,9kg.), onde chegou a disputar os cinturões das divisões distintas. Maia, foi por muito tempo, o brasileiro com o maior número de triunfos na organização – com 22. Aos 43 anos, ele conta com um cartel de 28 vitórias e 11 derrotas na carreira.

PUBLICIDADE:

Recentemente, o veterano fez seu retorno aos tatames de forma triunfal. Em abril, a lenda fez uma apresentação de luta agarrada contra o compatriota e ex-UFC Alex Cowboy e saiu com a vitória via triângulo, em combate sem quimono nas regras NO-GI. O duelo aconteceu no ‘BJJ Stars’, em São Paulo.

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276