Aos 44 anos, Fabrício Werdum anuncia mudança de foco e vai competir no boxe: ‘Quero ser campeão’

Ex-campeão do UFC, brasileiro afirma estar motivado por mudança e projeta cinturões na ‘nobre arte’

F. Werdum anunciou mudança ao boxe. Foto: Reprodução/Instagram

Ex-campeão peso pesado (até 120,2kg.) do UFC, Fabrício Werdum anunciou mudança de foco em sua carreira. Nesta quarta-feira (25), durante coletiva de imprensa com participação do SUPER LUTAS, o brasileiro revela que está motivado para seguir sua trajetória no boxe e projeta se tornar campeão na ‘nobre arte’.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Depois de 24 anos lutando jiu-jitsu, grappling e MMA, é difícil ter a decisão. Eu não gosto da palavra ‘aposentado’, pois é complicado ter essa ideia de parar. Então, comunico que vou mudar o foco completamente. Quando me propus a ser campeão de jiu-jitsu, eu fui duas vezes. Assim como no grappling e UFC. Eu não tenho esse título do boxe e quero poder me dedicar 100%. Quero esse título inédito. Já fui campeão de tudo, mas nunca competi no boxe. Desejo ser campeão e colocar mais um cinturão na parede”, declarou Werdum.

Aos 44 anos, Fabrício também afirma já ter recebido proposta do Bare Knuckle (evento de boxe sem luvas), não quer ter pressa para estrear na nova modalidade. Ele ainda conta que ouviu conselhos de Rafael Cordeiro por cautela em preparação.

PUBLICIDADE:

“Teve essa (proposta) do Bare Knuckle para dia 30 de julho, que é bem o dia do meu aniversário. Mas, não aconteceu. Em dois ou três meses seria legal para me preparar. Eu vou seguir o conselho do mestre (Rafael Cordeiro) e não ter pressa para lutar. Na primeira luta eu preciso estar muito bem para mostrar pro mundo que eu posso ser campeão”, continuou ‘Vai Cavalo’.

Em trajetória de 24 anos no MMA, Werdum colecionou títulos no jiu-jitsu e também alcançou o status de campeão do UFC. Com isso, ele cita que sua experiência no esporte traz uma tranquilidade no foco para a importante transição.

“A experiência que eu tenho – 24 anos lutando – me traz muita tranquilidade. Antes (no MMA), eu tinha cinco modalidades para focar (boxe, muay-thai, jiu-jitsu, grappling e preparação física) e agora terei só o boxe e a preparação física. Não tenho que me preocupar com joelho ou cotovelo. É o que ajuda muito também. Tenho experiência de já treinar com lutadores apenas no boxe. Já estou acostumado com isso”, concluiu.

PUBLICIDADE:

Grande nome da história dos pesos pesados (até 120,2kg.), Fabrício Werdum colecionou, no MMA, um cartel de 24 vitórias, nove derrotas, um empate e uma luta sem resultado. O gaúcho já venceu importantes nomes, como Fedor Emelianenko, Alistair Overeem, Rodrigo Minotauro e Mark Hunt.

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276