AO VIVO

Acompanhe o UFC 276, com disputas de cinturão e Alex Poatan

Após lesão no Eagle FC, Cigano passará por cirurgia e mira retorno às competições no início de 2023

Pivô de imagem forte em luta contra Yorgan De Castro, ex-campeão do UFC confirma procedimento e atualiza fãs nas redes sociais

J. Cigano mira retorno ao MMA no início de 2023. Foto: Reprodução/Instagram

Pivô de uma imagem forte em sua apresentação de estreia no Eagle FC, Júnior Cigano precisará passar por uma cirurgia no ombro para corrigir a lesão. Nas redes sociais, o atleta, que acabou derrotado por Yorgan De Castro por conta do incidente, confirmou o procedimento a ser realizado no Brasil. O ex-campeão do UFC mira voltar à ativa no início de 2023.

PUBLICIDADE:

“Como vocês podem ver, já estou sem a tipoia. Estou movimentando bem (o ombro). (…) Não estou sentindo dor, mas foi uma lesão complicada. Teve um rasgo grande no labrum, uma ruptura parcial do tendão e o ‘esgaçamento’ dos tecidos moles. (…) É um caso cirúrgico, não tem jeito. (…) Como eu sou um atleta, e estou competindo, preciso fazer a cirurgia. Caso não fosse competir mais, nem precisaria fazer”, afirmou o brasileiro, em sua conta no Instagram.

Veja Também

Disposto a seguir se apresentando nas artes marciais, Júnior já pensa em seu retorno. Uma volta ainda em 2022, no entanto, está descartada.

PUBLICIDADE:

“Vão ser seis meses de recuperação, um bom tempo, de novo. (…) Faz parte, não tem jeito. (…) Com trabalho duro, para que tudo corra bem, em breve, no início de 2023, certamente a gente vai poder voltar às competições”, encerrou.

Destaque brasileiro na história do MMA, Cigano busca retomar a grande fase na carreira. Antigo campeão dos pesados (até 120,2kg.) no UFC, o combatente de 38 anos soma 31 apresentações nas artes marciais mistas, com 21 triunfos e 10 reveses.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276