Longe do MMA há um ano, Overeem descarta aposentadoria e sugere luta contra Fedor

Mesmo sob contrato com o Glory, veterano das artes marciais admite interesse em enfrentar lenda do russa

A. Overeem (esq.) e F. Emelianenko (dir.) são ícones do MMA. Foto: Montagem SUPER LUTAS

Longe do MMA há pouco mais de um ano, Alistair Overeem acredita que não tenha encerrado seu ciclo no esporte. Aos 42 anos, o atleta admite que ainda pretende se apresentar na modalidade e tem um nome em mente. Em entrevista ao ‘The MMA Hour’, o holandês, que tem contrato com o Glory, propôs uma luta contra Fedor Emelianenko.

PUBLICIDADE:

“A luta contra Fedor não era algo que eu buscava. (…) No entanto, quanto mais próxima ela fica, mais se torna palpável. Eu realmente estou ficando entusiasmado com relação a isso (desafio contra Emelianenko)”, afirmou Alistair.

Veja Também

Ícone do Pride e, por anos, destaque do UFC, Overeem descarta soar desrespeitoso quando o assunto é o ‘Último Imperador’. O holandês, porém, afirma que o embate pode gerar interesse por parte dos fãs.

PUBLICIDADE:

“Esse tipo de assunto se desenvolve rápido e as pessoas começam a comentar. É muito legal, na verdade. Vamos fazer isso”, pediu.

Aos 42 anos, Overeem deixou o Ultimate no início de 2021. Após ser desligado da companhia, o lutador assinou contrato com o Glory, responsável por confrontos de kickboxing. Uma lesão, porém, impediu que o veterano estreasse na empresa.

PUBLICIDADE:

Mesmo com o sonho de encarar Emelianenko, Alistair tem compromisso marcado para outubro, no Glory. No show, o ‘gigante’ holandês terá uma trilogia contra Bard Hari, rival do veterano por duas vezes (2008 e 2009), nos tempos de K-1. Até o momento, a disputa entre os combatentes está empatada, com um resultado positivo para cada lado.

PUBLICIDADE:

Observado por Overeem, Fedor não se apresenta desde outubro da temporada passada. No confronto, o russo de 45 anos superou Tim Johnson por nocaute no primeiro round.

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano