AO VIVO

Acompanhe o UFC 276, com disputas de cinturão e Alex Poatan

Brandon Moreno rebate Deiveson Figueiredo e comenta ameaça do campeão em abandonar peso mosca do UFC

Desafiante ao título interino da categoria, mexicano ironiza últimas declarações de ‘Deus da Guerra’; brasileiro está insatisfeito com organização

D. Figueiredo (dir.) derrotou B. Moreno (esq.) no UFC 270 e recuperou o cinturão dos moscas. Foto: Reprodução/Instagram

Desafiante ao cinturão interino dos moscas (até 56,7kg.) do UFC, Brandon Moreno resolveu rebater as últimas declarações de Deiveson Figueiredo. Rival do campeão linear, o mexicano comentou a ameaça recente do ‘Deus da Guerra’ em abandonar a divisão. Em entrevista ao ‘The MMA Hour’, o antigo líder do grupo foi incisivo em mensagem endereçada ao tupiniquim.

PUBLICIDADE:

“Não sei no que ele está pensando neste momento. Se (a irritação) é por dinheiro ou se ele está com medo. Não quero dizer que ele está com medo de mim. É muita provocação e estou cansado de provocações com esse cara. Já estou cheio. Ele não quer lutar e é isso. Sei que tenho uma luta importante contra Kai Kara-France (em julho), mas espero que possa enfrentá-lo (Figueiredo) até o fim deste ano. Ele tem dito loucuras diferentes, como: ‘eu quero mais dinheiro e, se o UFC não me der, vou para os galos”, disse Moreno.

Veja Também

Incomodado com a situação envolvendo o campeão, Brandon criticou a atitude do brasileiro. Para o antigo dono do cinturão linear, o ‘Deus da Guerra’ erra na maneira de conduzir sua relação com a empresa.

PUBLICIDADE:

“Ninguém se importa. Não é como se ele migrasse para os galos e o UFC fosse aumentar seu pagamento”, encerrou.

Vítima de Deiveson em janeiro de 2022, Brandon terá a oportunidade de vestir novamente um cinturão do Ultimate, mesmo que seja o interino. O mexicano mede forças com Kai Kara-France em 30 de julho, pelo UFC 277.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276