Dana White garante que vencedora de duelo entre Joanna Jedrzejczyk e Weili Zhang irá disputar o cinturão

O presidente do Ultimate garantiu que quem ganhar a revanche no UFC 275 vai 'furar a fila' de Marina Rodriguez e enfrentar Carla Esparza

J. Jedrzejczyk (esq.) e W. Zhang (dir.) travaram uma das melhores lutas da história do MMA. Foto: Reprodução/Twitter @UFC

Além de apresentar disputas de cinturões nas divisões dos meio-pesados (até 93 kg) e das moscas (até 56,7 kg), o UFC 275, evento que acontece neste sábado (11), definirá também a próxima desafiante ao cinturão peso palha (até 52,1 kg) da organização.

PUBLICIDADE:

Na última terça-feira (7), em declaração ao “The Underground”, o presidente do Ultimate Dana White garantiu que a vencedora da revanche entre Joanna Jedrzejczyk e Weili Zhang será a próxima adversária da campeã Carla Esparza pelo título da divisão.

Veja Também

“Quem vencer definitivamente vai enfrentar Esparza pelo título. Tenho certeza que Esparza vai estar assistindo o evento de sábado com atenção e estará pronta para enfrentar quem quer que vença”, declarou o presidente.

PUBLICIDADE:

A declaração de Dana White é um balde de água fria para a brasileira Marina Rodriguez, terceira colocada no ranking das palhas e detentora de quatro vitórias seguidas, que era cotada como principal candidata a lutar pelo cinturão.

“Ela (Marina Rodriguez) está logo ali. Essas coisas acontecem. O timing é tudo”, disse Dana.

PUBLICIDADE:

Weili Zhang e Joanna Jedrzejczyk se enfrentaram pela primeira vez em março de 2020, com vitória da chinesa na decisão dividida dos juízes em uma luta que ficou marcada como uma das melhores da história do MMA feminino. Por mais que admita que seja difícil que a revanche alcance o patamar do primeiro duelo, Dana White espera um grande combate.

PUBLICIDADE:

“Não sei como você pode superar a primeira luta. É uma pressão muito grande, mas elas são absolutamente selvagens e deve ser um grande duelo”, finalizou.

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano