Com cotovelada giratória certeira, Ricardo Carcacinha aplica nocaute brutal no UFC Austin

Peso pena brasileiro utilizou sua 'marca registrada' para nocautear Danny Chavez de maneira espetacular ainda no primeiro round

R. Carcacinha nocauteou D. Chavez no UFC Austin (Foto: Instagram/UFC)

O Brasil está na briga pelo nocaute no ano. Na quinta luta do UFC Austin, neste sábado (18), Ricardo Carcacinha derrotou Danny Chavez com uma cotovelada giratória certeira e espetacular ainda no primeiro round do combate. Esta foi a segunda vez que o peso pena (até 65,7 kg) brasileiro venceu uma luta no octógono com tal golpe.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Além de colocar Ricardo Carcacinha na briga pelo “nocaute do ano”, o resultado devolve o brasileiro ao caminho das vitórias no UFC. O paulista vinha de derrota para Zubaira Tukhugov em sua última luta.

Danny Chavez, por sua vez, segue sem vencer desde sua estreia no Ultimate, em agosto de 2020. O norte-americano vinha de um empate e uma derrota nas últimas duas lutas.

PUBLICIDADE:

A LUTA:

Ricardo Carcacinha começou o duelo apostando em golpes giratórios plásticos, já dando sinais do que viria pela frente. Danny Chavez conseguiu encurtar a distância com uma combinação de jab e direto, mas sem contundência. Após alguns chutes giratórios no vazio, Carcacinha encurtou e conectou uma cotovelada giratória certeira, levando o adversário a nocaute de maneira brutal e espetacular.

Confira as estatísticas do duelo entre Ricardo Carcacinha e Danny Chavez no UFC Austin:

Jeremiah Wells apaga Court McGee com nocaute brutal

J. Wells após vitória sobre C. McGee (Foto: Reprodução/Twitter)

PUBLICIDADE:

Na penúltima luta do card preliminar do UFC Austin, válida pela divisão dos meio-médios (até 77 kg), Jeremiah Wells demonstrou precisão cirúrgica e nocauteou Court McGee no primeiro round. Com muita precisão nos golpes, Wells levou o adversário a nocaute com um cruzado de esquerda certeiro, na ponta do queixo de McGee.

A vitória foi a quinta consecutiva de Jeremiah Wells na carreira, a terceira dentro do UFC. O norte-americano manteve a taxa de 100% de interrupções em sua trajetória no Ultimate, com dois nocautes e uma finalização.

PUBLICIDADE:

Court McGee voltou a perder após duas vitórias consecutivas no octógono. A derrota marcou também apenas o segundo nocaute sofrido pelo veterano na carreira.

Podcast #69: Alex Poatan brilha e Adesanya sai vaiado no UFC 276