Leandro Higo é anulado pela luta agarrada de Danny Sabatello e dá adeus ao grand prix dos galos

Na luta co-principal do Bellator 282, o brasileiro não conseguiu calar as provocações do norte-americano e foi derrotado na decisão unânime dos juízes

L. Higo e D. Sabatello se provocaram bastante antes da luta (Foto: Instagram/@bellatormma)

O sonho de se tornar campeão do Grand Prix dos galos (até 61,2kg) chegou ao fim para Leandro Higo. Na luta co-principal do Bellator 282, o brasileiro foi anulado pelo wrestling de excelência de Danny Sabatello e foi derrotado na decisão unânime dos juízes. Com o triunfo, o ‘Gangster Italiano’ irá enfrentar o seu compatriota Raufeon Stots na semifinal do torneio. O espetáculo aconteceu na Mohegan Sun Arena, em Uncasville, Connecticut (EUA).

PUBLICIDADE:

Com a vitória sobre Higo, Sabatello conquista sua terceira vitória seguida desde que foi contratado pela organização, em 2021. O ‘Gangster Italiano’ agora possui o cartel de 13 triunfos e apenas um reves como profissional.

Atleta da Pitbull Brother, Leandro viu a sua sequência de três vitórias consecutivas ser quebrada e deu adeus ao seu sonho de conquistar o cinturão dos galos. O brasileiro agora marca 21 resultados positivos e seis negativos no esporte.

PUBLICIDADE:

Veja Também

A LUTA

O confronto começou com muito estudo e pouca ação no primeiro minuto. Sabatello controlava o centro do cage e usava alguns jabs e chutes baixos. O norte-americano entrou em queda e partiu para tentar pegar as costas do brasileiro, que lutava para se manter vivo. Higo travou as mãos de Sabatello na sua linha de cintura e ficou irritado por não conseguir encaixar a finalização. O round terminou com algumas vaias do público presente.

Higo acertou um bom jab seguido de um direto em Sabatello, que respondeu com um chute baixo. O norte-americano acertou uma joelhada no brasileiro e, rapidamente, entrou em queda. Danny mochilou Leandro e tentou pegar as costas. Após um vacilo de Sabatello, o brasileiro tentou pegar as costas do seu rival, que travou o atleta tupiniquim até o fim da segunda parcial.

Sabatello retornou mais agressivo para a terceira parcial, buscando pressionar Higo na trocação. O norte-americano aproveitou a brecha para tentar entrar em queda, mas terminou na guarda do brasileiro. Por cima de Leandro, Danny usava sua imposição física para golpear o brasileiro e mantê-lo com as costas no chão. Higo não conseguia sair da posição imposta pelo seu adversário e temrinou o round vendo o seu rival atacá-lo na guarda.

PUBLICIDADE:

No início do quarto assalto, Sabatello não perdeu tempo ao tentar entrar em queda novamente e quase foi surpreendido por um estrangulamento aplicado por Higo. Danny voltou a ficar por cima do brasileiro na guarda, porém, dessa vez, Higo buscou mais não se entregar à posição aplicada pelo norte-americano. Sabatello seguia grudando no brasileiro, anulando-o no canto da grade. Quando Leandro ficava na posição de quatro apoios, era golpeado no rosto, com muita força, pelo seu rival. Após o brasileiro sair da posição, nos segundos finais, Higo explodiu e acertou um golpe giratório no rosto de Sabatello, porém, o gongo soou decretando o fim do round.

O último round começou com o mesmo roteiro: com Sabatello entrando em queda desde os primeiros segundos e colocando Higo de costas no chão. O brasileiro levantou na metade do round, mas seguiu grampeado pelo seu rival, que o atacava com joelhadas e socos na linha de cintura. Higo puxou o seu adversário para a guarda e tentou pegar o seu pescoço, mas, Sabatello conseguiu anular a investida do brasileiro. Sabatello deu espaço para o brasileiro, mas logo entrou em queda e o derrubou novamente. O atleta tupiniquim terminou o confronto da mesma forma da maioria dos assaltos: sendo golpeado e com as costas no chão.

PUBLICIDADE:

Em luta eletrizante, Magomedov finaliza Barzola e avança as semifinais do GP dos galos

M. Magomedov x E. Barzola (Foto: Instagram/@bellatormma)

O russo Magomed Magomedov sofreu, mas avançou as semifinais do Grand Prix dos galos (até 61,2kg). Diante do peruano Enrique Barzola, o lutador de 30 anos sofreu na luta em pé, mas conseguiu encaixar uma guilhotina no quarto round e finalizar o seu adversário. Na próxima rodada, o ‘Tiger’ irá enfrentar o norte-americano Patchy Mix.

Magomedov volta a vencer na organização e agora possui um cartel de 19 triunfos e dois reveses no MMA profissional. Por outro lado, Barzola vê a sua sequência de três lutas sem derrotas ser quebrada e agora marca 18 resultados positivos, seis negativos e dois empates no esporte.

Brennan Ward ‘atropela’ Kassius Kayne e vence por nocaute no segundo round

B. Ward x K. Kayne (Foto: Instagram/@bellatormma)

Na abertura do card principal do Bellator 282, Brennan Ward teve um ‘treino de luxo’ diante de Kassius Klayne. Com um jogo de luta agarrada eficiente, somado a um jogo altamente ‘explosivo’, o ‘Irish’ dominou o seu rival com autoridade durante todo o primeiro round e conseguiu um nocaute brutal no segundo assalto.

Ward vence sua segunda luta consecutiva desde o seu retorno ao MMA, visto que ficou ausente do esporte durante cinco anos devido a uma sequência de lesões e outros problemas pessoais e agora possui um cartel de 15 triunfos e seis reveses. Debutando na organização, Kassius Klayne estreou com o ‘pé esquerdo’ e passa a marcar 12 resultados positivos e oito negativos.

Podcast #74: O Adeus trágico a Leandro Lo +Derrotas brasileiras no UFC Vegas 59



Resultados do UFC San Diego Resultados da PFL 8 2022 Principais destaques do UFC San Diego Principais destaques da PFL 8 2022 Ranking dos meio-pesados do UFC