Marlon Vera acredita que uma boa vitória sobre Dominick Cruz pode levá-lo a disputa de cinturão

Protagonista de luta principal do UFC contra o ex-campeão em agosto, o equatoriano acredita que irá lutar pelo título mundial, caso vença de forma categórica

M. Vera enfrenta D. Cruz em agosto (Foto: Montagem/SUPER LUTAS)

Após o seu confronto contra Dominick Cruz ser oficializado, Marlon Vera acredita que está próximo de conseguir a sonhada disputa de cinturão dos galos (até 61,2kg). Em entrevista ao ‘MMA Junkie’, o equatoriano disse que não vê o duelo chegando na decisão dos juízes e, comparando com outros duelos importantes da divisão, disse que se vê lutando pelo cinturão, caso vença de forma ‘contundente’.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Eu só vejo isso como destruição total. Como? Quando? Não sei que rodada. Quem se importa. Mas ele vai cair e eu vou seguir em frente. Honestamente, como eles já reservaram todos os cinco primeiros (do ranking) e todos são grandes lutadores, eu realmente sinto que quem conseguir a melhor vitória vai pular todos eles. Porque todos eles são apostas altas. Dominick foi um campeão dominante, (José) Aldo está lutando contra Merab (Dvalishvili), Song Yadong está lutando (Cory) Sandhagen”, disse Vera.

O equatoriano disse que o próximo desafiante dos galos sairá de um dos confrontos citados acima e reforçou o seu foco em vencer o ex-campeão da divisão.

PUBLICIDADE:

“Então eu sinto que quem tiver um desempenho melhor, e dependendo de quem lutou contra quem no passado, vai conseguir. Eu não dou a mínima para o que acontece em qualquer uma dessas lutas. Só estou preocupado em arrancar a cabeça de Dominick, chutar a bunda dele, acabar com ele e depois ver o que está acontecendo”, finalizou o equatoriano.

Número cinco do ranking dos galos, Marlon vive bom momento na carreira com três vitórias consecutivas, sobre Davey Grant, Frankie Edgar e Rob Font. Aos 29 anos, o atleta equatoriano marca 21 triunfos, sete derrotas e um empate como profissional de MMA.

Podcast #73: MAIOR DE TODAS? Amanda Nunes volta a reinar no UFC