Após derrota no UFC 276, Donald Cerrone anuncia a aposentadoria do MMA aos 39 anos e é ovacionado por fãs

Tropeço diante de Jim Miller determina o fim da carreira vitoriosa de ‘Cowboy’ nas artes marciais mistas

D. Cerrone (foto) anunciou sua aposentadoria no UFC 276. Foto: Reprodução/Facebook ufc

O compromisso de Donald Cerrone no UFC 276, realizado neste sábado (2), em Las Vegas (EUA) acabou se tornando uma data histórica para as artes marciais mistas. Dono de números expressivos dentro da companhia, o veterano anunciou sua aposentadoria do MMA após ser finalizado por Jim Miller no fim de semana. O atleta confirmou a decisão ainda no octógono e foi ovacionado pelo público presente na T-Mobile Arena.

PUBLICIDADE:

“Obrigado, Las Vegas. Eu não amo mais isso. É difícil para mim acordar e ir treinar. Foi um dos períodos de treinamentos mais longos que tive. Agora, vou me apresentar no cinema. Eu preciso ir e esse é o evento certo. Um dia estarei no ‘Hall da Fama”, disse o atleta, sendo aplaudido pelos fãs.

Veja Também

Com a derrota para Miller, Cerrone, de 39 anos, atingiu a marca de sete lutas sem um resultado positivo. A má fase foi determinante para a decisão do lutador.

PUBLICIDADE:

Profissional no MMA desde 2006, Donald se tornou um verdadeiro xodó da torcida norte-americana. Sempre disposto a lutar, o combatente encerra sua trajetória no esporte com 55 compromissos, sendo 36 triunfos.

Atleta do UFC desde 2011, o lutador chegou a disputar o cinturão dos leves (até 70,3kg.) em 2015. O atleta, no entanto, acabou duramente nocauteado por Rafael dos Anjos.

No Ultimate, Donald é o segundo colocado no ranking de maior número de vitórias, com 23. O atleta também é recordista de bônus de performance, com 18 no total.

PUBLICIDADE:

Cerrone anuncia a aposentadoria

Podcast #73: MAIOR DE TODAS? Amanda Nunes volta a reinar no UFC