Jim Miller finaliza Donald Cerrone se torna o maior vencedor na história da companhia no UFC 276

Atleta atinge marca histórica contra veterano e amplia mau momento do xodó da torcida norte-americana

J. Miller finaliza D. Cerrone no UFC 276. Foto: Reprodução/Instagram

Destaque no card preliminar do UFC 276, realizado neste sábado (2), em Las Vegas (EUA), Jim Miller fez história. Adversário de Donald Cerrone no espetáculo, o veterano finalizou ‘Cowboy’ no segundo round e se tornou o maior vencedor na história da organização. O atleta, hoje, soma 24 resultados positivos.

PUBLICIDADE:

Com a vitória, Miller também amplia seu bom momento. Aos 38 anos, o combatente chega a três vitórias consecutivas.

Veja Também

Derrotado no evento, Cerrone não conseguiu encerrar a má fase. Com o tropeço, o veterano chegou a sete lutas sem triunfar.

PUBLICIDADE:

Após o tropeço, Donald, ainda no octógono, anunciou sua aposentadoria do MMA. O atleta de 39 anos encerra a carreira com 55 apresentações, sendo 36 vitórias, 17 reveses e dois embates ‘sem resultado’.

A luta

O confronto começou com Cerrone tomando a iniciativa, com uma combinação de socos. Miller respondeu com um chute baixo. O embate era tenso, com os lutadores trocando ataques no centro do octógono. Perto da metade do round, Jim conectou um chute potente na linha de cintura do ‘Cowboy’. Passados quase três minutos, Miller conseguiu derrubar o adversário, mas quase foi surpreendido por uma chave de braço. Jim se defendeu bem e, de cima para baixo, agredia com cotoveladas. No minuto final, Cerrone reverteu a posição, mas não era efetivo. Nos segundos finais, Donald ensaiou uma chave de calcanhar, mas não havia mais tempo.

No segundo assalto, Miller foi o primeiro a atacar, com um direto, seguido de um chute baixo. Cerrone respondeu na mesma moeda, com um ataque na base do rival. Passado pouco mais de um minuto, Jim se aproveitou de um descuido de ‘Cowboy’ e encaixou uma guilhotina. Com a posição ajustada, restou a Donald bater em desistência.

PUBLICIDADE:

Promessa finaliza de forma relâmpago

J. Turner encaixa guilhotina em B. Riddell. Foto: Reprodução/Instagram

Promessa na divisão dos leves (até 70,3kg.), Jalin Turner deu um verdadeiro show na luta que encerrou o card preliminar. Adversário de Brad Riddell, o combatente não tomou conhecimento do adversário e finalizou de forma relâmpago. O lutador precisou de 45 segundos para encaixar uma guilhotina no rival.

PUBLICIDADE:

Com o triunfo, Turner amplia seu bom momento. O combatente, agora, soma seis triunfos consecutivos e segue a escalada rumo ao topo da categoria que tem Charles do Bronx como destaque.

Batido no evento, Riddell sequer teve tempo para colocar sua estratégia em jogo. 14º na categoria, o lutador deve perder sua posição para o adversário.

‘Novo McGregor’ vence por pontos e amplia invencibilidade

I. Garry em vitória no UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Representante irlandês nos meio-médios (até 77kg.) do UFC, Ian Garry voltou a ter uma atuação segura. Adversário de Gabe Green, o ‘Novo Conor McGregor’ teve luta estratégica e fez valer a maior envergadura para controlar o adversário. Após três rounds movimentados, a promessa foi declarada vencedora na decisão unânime dos juízes.

Com a vitória, Garry ampliou seu bom momento. Agora, o atleta de 24 anos soma 10 resultados positivos sem nunca ter amargado uma derrota.

Derrotado pelo irlandês, Green teve sua escalada para o topo dos meio-médios interrompida. O combatente vinha de dois triunfos consecutivos.

Dricus Du Plessis bate top 12 em luta emocionante

D. Plessis (dir.) derrotou B. Tavares (esq.) no UFC 276. Foto: Reprodução/Instagram

Promessa da África do Sul nos médios do Ultimate, Dricus Du Plessis viveu uma verdadeira batalha no octógono. Conhecido por suas vitórias na via rápida, o combatente teve atuação convincente diante de Brad Tavares. Após três rounds de luta franca, o sul-africano levou o triunfo na decisão unânime dos juízes.

Com a vitória, Du Plessis amplia seu bom momento e deve chegar ao top 15 dos médios (até 83,9kg.) na próxima semana. Agora, o atleta soma três resultados positivos em sequência no Ultimate e não sabe o que é perder na organização.

Em entrevista ainda no octógono, Dricus fez questão de pedir um próximo confronto. O atleta sugeriu um confronto com Kelvin Gastelum, número 10 da divisão.

Superado por Du Plessis, Tavares venceu caro a derrota no UFC 276. O atleta, porém, teve uma sequência dois triunfos.

Estatísticas do UFC 276

Resultados do UFC 276

CARD PRINCIPAL

Peso médio (até 83,9kg.): Israel Adesanya derrotou Jared Cannonier na decisão unânime dos juízes (49-46, 49-46, 50-45) – Luta pelo cinturão

Peso pena: Alexander Volkanovski derrotou Max Holloway na decisão unânime dos juízes (50-45, 50-45, 50-45) – Luta pelo cinturão

Peso médio (até 83,9kg.): Alex Poatan derrotou Sean Strickland por nocaute aos 2m36s do R1

Peso meio-médio (até 77kg.): Bryan Barberena derrotou Robbie Lawler por nocaute técnico a 4m47s do R2

Peso galo (até 62,1kg.): Pedro Munhoz x Sean O’Malley terminou ‘Sem Resultado’ após golpe ilegal

CARD PRELIMINAR

Peso leve (até 70,3kg.): Jalin Turner derrotou Brad Riddell por finalização (guilhotina) aos 45s do R1

Peso leve (até 70,3kg.): Jim Miller finalizou Donald Cerrone com uma guilhotina a 1m32s do R2

Peso meio-médio (até 77kg.): Ian Garry derrotou Gabe Green na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso médio (até 83,9kg.): Dricus Du Plessis derrotou Brad Tavares na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso médio (até 83,9kg.): André Sergipano derrotou Uriah Hall na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso mosca (até 52,1kg.): Maycee Barber derrotou Jessica Eye na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 30-27)

Peso galo (até 61,2kg.): Julija Stoliarenko derrotou Jéssica Rose-Clark por finalização (chave de braço) aos 42s do R1

Podcast #74: O Adeus trágico a Leandro Lo +Derrotas brasileiras no UFC Vegas 59



Resultados do UFC San Diego Resultados da PFL 8 2022 Principais destaques do UFC San Diego Principais destaques da PFL 8 2022 Ranking dos meio-pesados do UFC