Aldo defende cinturão contra Lamas e Barão unifica título diante de Dominick no UFC 169

Companheiros de treino na Nova União entram no octógono para defender os título de penas e galos

R. Barão (esq.) e J. Aldo (dir.) serão destaques no UFC 169. Foto: Inovafoto

R. Barão (esq.) e J. Aldo (dir.) serão destaques no UFC 169. Foto: Inovafoto

O UFC 169, evento que está agendado para 1 de fevereiro de 2014, promete ser histórico para o Brasil.  Isso porque dois brasileiros entram no octógono para defenderem seus títulos dentro do show.  José Aldo, campeão dos pesos penas, coloca o cinturão em jogo  contra Ricardo Lamas. Já Renan Barão faz a aguardada unificação do título da divisão de galos diante de Dominick Cruz. O anúncio foi feito através do site oficial da organização.

O combate entre José Aldo Ricardo Lamas acontece depois do brasileiro se recuperar de uma fratura no pé, contraída durante sua vitória contra o ‘Zumbi Coreano’ no UFC Rio 4. Aldo vai em busca de sua sexta defesa de título dentro do evento diante de um desafiante que um cartel de 13 vitórias e duas derrotas como profissional.

Já o aguardada duelo entre Dominick Cruz, campeão dos pesos galos, e Renan Barão, dono do cinturão interino da divisão, é um dos mais aguardados dentro do UFC. Sem atuar desde outubro de 2011, Dominick sofreu uma grave lesão em maio do ano passado, durante sua preparação para a luta contra Urijah Faber. Com a impossibilidade de atuar do campeão linear, um cinturão interino foi posto em jogo pelo Ultimate. Renan Barão conquistou o título em julho de 2012 e desde então já o defendeu por duas vezes, contra Michael McDonald e Eddie Wineland.

Invicto desde sua segunda luta como profissional, em 2005, o brasileiro possui um cartel de 31 vitórias, uma derrotas e um combate sem resultado.

Além das duas disputas de cinturão, o UFC 169 ainda teve mais outra disputa anunciada no card. O evento, que antecede ao Super Bowl – final NFL, liga de futebol americano – também contará com o duelo dos pesos pesados Frank Mir e Alistair Overeem.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments