Amanda Nunes acredita em trilogia contra Valentina Shevchenko e indica possível desfecho do combate

A ex-campeã das galos deixou as 'portas abertas' para um novo duelo contra a rainha das moscas e cravou que irá finalizá-la, caso se enfrentem novamente

V. Shevchenko e A. Nunes se cumprimentam antes da luta. Foto: Reprodução/Instagram

Constantemente especulada entre os fãs de MMA e a imprensa especializada, a possível trilogia entre Amanda Nunes e Valentina Shevchenko ainda pode acontecer, em futuro próximo. Em entrevista ao ‘Combate’, a ex-campeã das galos (até 61,2kg) se mostrou aberta a um novo duelo contra a lutadora do Quirguistão e provocou sua rival, afirmando que o embate só não aconteceu, porque ela migrou para a divisão das moscas (até 56,7kg).

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Claro que vejo como possível (uma terceira luta). Sempre fui muito aberta a lutar com ela, mas ela que desceu de categoria, esse foi um problema dela, que foi para um lugar mais fácil de ser campeã. Mais fácil digo por que ao descer, como ela lutava no peso galo, as meninas não estavam tão preparadas para o estilo de Valentina, que é uma atleta duríssima e vem mais pesada descendo. Talvez ela possa ter olhado para a categoria de baixo dessa forma: ‘Sou mais pesada, já lutei com grandes atletas no peso galo, vou estar mais preparada para descer e ganhar o cinturão’. Acho que na cabeça de Valentina esse foi o pensamento, e foi certo. Assim que ela desceu, conseguiu conquistar o cinturão. Por isso que digo que ela foi para uma forma mais fácil de ser campeã, ao invés de tentar mais uma vez lutar comigo”, provocou Amanda.

Mesmo com duas vitórias sobre Valentina, a ‘Leoa’ acredita que tem pontos no seu jogo a corrigir e indicou como venceria a campeã das moscas no possível terceiro duelo.

PUBLICIDADE:

“Acho que seria um pouco diferente. Eu botaria um pouco mais de volume, mais pressão, e não desperdiçaria as oportunidades no chão. Valentina defende muito bem as costas, mas treinando bem dá para ajustar bastante. Tenho facilidade muito grande de ir para as costas, então sei que eu posso pegar e isso seria uma coisa que treinaria bastante. Sei que Valentina dá muito as costas”, finalizou a ‘Leoa’.

Amanda e Valentina se enfrentaram pela primeira vez em março de 2016, e a brasileira venceu na decisão unânime dos juízes. O auge da rivalidade entre as duas lutadoras aconteceu na aguardada revanche, em setembro de 2017. Com o cinturão das galos já em posse da ‘Leoa’, a atleta do Quirguistão entregou um combate bastante duro e a então campeã saiu vitoriosa em uma polêmica decisão dividida, que gera discussão até os dias de hoje.

Podcast #73: MAIOR DE TODAS? Amanda Nunes volta a reinar no UFC