Poirier explica irritação com Brandão: ‘Ele disse que ia me esfaquear no pescoço’

Norte-americano pediu revanche contra Cub Swanson

D. Poirier (esq.) venceu sua segunda consecutiva no UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

D. Poirier (esq.) venceu sua segunda consecutiva no UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

O norte-americano Dustin Poirier protagonizou, ao lado do brasileiro Diego Brandão, a encarada mais tensa do UFC 168. Na sexta-feira (27), cogitou-se que o clima tivesse fica ruim entre ambos após Diego passar mais de três quilos do limite da categoria. Porém, Poirier revelou que uma ameaça de Brandão foi o motivo de sua irritação.

“Na verdade eu fiquei tão bravo porque antes de entrarmos no palco ele disse que iria me esfaquear no pescoço, e tiveram que nos separar. Esse cara é louco. Por isso eu estava tão irritado”, afirmou o peso pena, que venceu o brasileiro por nocaute técnico no primeiro assalto, durante a coletiva de imprensa que sucedeu o evento.

O norte-americano também aproveitou o momento para pedir uma revanche contra Cub Swanson, seu algoz em fevereiro deste ano. “O Zumbi Coreano me venceu, mas minha outra derrota foi contra Cub Swanson. Eu aceitei a luta de última hora, cortei 13 kg em uma semana e voei para Londres. Nunca tinha sentido o que senti naquela noite. Eu quero uma revanche contra o Cub Swanson, acho que mereço estar 100% e lutar”, finalizou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments