Viviane Araújo é superada por Alexa Grasso no UFC Las Vegas 62 e se afasta de luta por cinturão dos moscas

Brasileira é vítima dos contragolpes da mexicana e acaba derrotada no principal confronto do espetáculo deste sábado

V. Araújo (esq.) foi superada por A. Grasso (dir.) no UFC Las Vegas 62. Foto: Reprodução/Instagram

Em sua primeira luta principal com as luvas do Ultimate, Viviane Araújo não conseguiu entregar sua melhor performance. Destaque no UFC Las Vegas 62, a brasileira foi vítima dos contragolpes e boxe afiado de Alexa Grasso. Após cinco rounds de confronto, a mexicana foi declarada vencedora na decisão unânime dos juízes.

Com a derrota, Araújo se afasta momentaneamente do sonho de disputar o cinturão dos moscas (até 56,7kg.). A atleta também perde a oportunidade de emplacar sua segunda vitória seguida.

PUBLICIDADE:

Superior por grande parte do confronto, Grasso tem motivos de sobra para comemorar. Além de defender a quinta posição no ranking da categoria, a mexicana atingiu a marca de quatro triunfos seguidos e pode se credenciar à condição de desafiante ao cinturão.

A luta

O confronto começou com as atletas trocando jabs no centro do octógono. Ainda no primeiro minuto, Grasso conectou um cruzado limpo no rosto da brasileira, que seguia caminhando para frente. Alexa lançou um chute alto, mas o ataque parou na guarda de Viviane. A mexicana levava vantagem na trocação e a tupiniquim encontrava dificuldade de encontrar a melhor distância para agredir. Com dois minutos disputados, a brasileira encaixou uma sequência de cruzados na oponente, mas a rival não acusou a ação. O embate seguia tenso, com as lutadoras medindo forças no centro do octógono. No minuto final, a brasileira conseguiu uma queda, mas Alexa se levantou rapidamente. A etapa acabou com a tupiniquim pressionando a rival contra as grades.

PUBLICIDADE:

Na segunda etapa, a primeira a atacar foi a brasileira, com um jab. Ainda no início, as lutadoras foram para o confronto franco, e buscavam o desfecho na via rápida. A mexicana encaixou um direto no rosto da tupiniquim, mas a brasileira mostrava alta resistência. Na metade da etapa, Viviane conseguiu uma queda importante e caiu em posição de dominância. A tupiniquim buscava as transições, enquanto a mexicana tentava se proteger. Perto do minuto final, Grasso conseguiu ‘explodir’ e ficou de pé. A mexicana voltou a ter vantagem na trocação e agredia com diretos, jabs e chutes. Nos segundos finais, a brasileira atacou com um uppercut, mas Alexa respondeu com um cruzado, que abalou a tupiniquim. Antes de acabar o round, a brasileira chegou a conseguir uma queda, mas não havia mais tempo.

O terceiro round começou com Araújo conectando uma combinação de jab e direto logo nos segundos iniciais. A luta passou a ser mais estudadas pelas combatentes, que evitavam um erro fatal. Restando dois minutos para o fim do round, Grasso encaixou um soco rodado limpo na cabeça de Viviane, mas a brasileira não acusou a investida. Na trocação, a vantagem seguia com a mexicana, mas a tupiniquim continuava caminhando em direção da rival. Alexa combinava diretos e chutes e confundia a brasileira, que não conseguia contundir.

PUBLICIDADE:

No quarto round, Grasso lançou um chute alto nos segundos iniciais, mas o golpe parou na guarda de Viviane. Araújo continuava com dificuldades em trocar de igual para igual com a oponente e recebia contragolpes limpos. Alexa aguardava as ações da brasileira e respondia com eficiência. Na metade da etapa, a mexicana voltou a agredir com um direto limpo. No minuto final, Araújo cinturou a adversária e buscava uma queda, pressionando a oponente contra as grades. Grasso se defendia e evitava o sucesso da tupiniquim. O round acabou com as lutadoras se encarando no centro do octógono.

O último round começou com Viviane desequilibrando a adversária com um cruzado. Grasso mantinha a concentração e usava o contragolpe como estratégia. Em desvantagem no confronto, Araújo não conseguia se soltar, enquanto a mexicana administrava o confronto. No minuto final, a brasileira buscou uma queda, mas Alexa se defendeu bem. Perto de acabar a luta, Viviane passou a pressionar a rival contra as grades, mas não havia mais tempo.

Estatísticas do UFC Las Vegas 62

PUBLICIDADE:

Resultados do UFC Las Vegas 62

CARD PRINCIPAL 

Peso mosca (até 56,7kg.): Alexa Grasso derrotou Viviane Araújo na decisão unânime dos juízes (50-45, 49-46, 49-46)

Peso galo (até 61,2kg.): Jonathan Martinez derrotou Cub Swanson por nocaute técnico a 4m19s do R2

Peso médio (até 83,9kg.): Dusko Todorovic derrotou Jordan Wright por nocaute técnico a 3m12 do R2

Peso galo (até 61,2kg.): Raphael Assunção derrotou Victor Henry na decisão unânime dos juízes  (30-27, 30-27, 30-27)

Peso meio-pesado (até 93kg.): Alonzo Menifield derrotou Misha Cirkunov por nocaute a 1m28s do R1

CARD PRELIMINAR 

Peso galo (até 61,2kg.): Mana Martinez derrotou Brandon Davis na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso médio (até 83,9kg.): Jacob Malkoun derrotou Nick Maximov na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso pena (até 65,7kg.): Joanderson Tubarão derrotou Lucas Alexander por finalização (mata leão) aos 2m02s do R1

Peso palha (até 52,1kg.): Piera Rodriguez derrotou Sam Hughes na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso mosca (até 56,7kg.): Tatsuro Taira derrotou CJ Vergara por finalização (chave de braço) aos 4m19s do R2

Peso meio-médio (até 77kg.): Pete Rodriguez derrotou Mike Jackson por nocaute aos 1m33s do R1

Leia Mais sobre: , ,


Confira todos os resultados do UFC Las Vegas 92 Resultados do UFC St. Louis Resultados do UFC 301 Resultados do UFC Las Vegas 91 Resultados do UFC 300