Raphael Assunção vence com atuação convincente e encerra sequência de quatro derrotas no UFC Las Vegas 62

Brasileiro ter performance segura e supera Victor Henry na decisão unânime dos juízes em confronto no card principal

R. Assunção (dir.) derrotou V. Henry (esq.) no UFC Las Vegas 62. Foto: Reprodução/Instagram

Destaque do peso galo (até 61,2kg.) por anos, Raphael Assunção encerrou uma fase dramática em sua carreira no UFC Las Vegas 62, realizado neste sábado (15). Adversário de Victor Henry, o brasileiro teve performance convincente e encerrou uma sequência de quatro derrotas seguidas. Ao fim de três rounds, o pernambucano foi declarado vencedor na decisão unânime dos juízes.

Com o resultado, Assunção impõe fim na pior fase de sua trajetória no esporte. O lutador de 40 anos não somava um resultado positivo desde julho de 2018, quando bateu Rob Font.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Superado no espetáculo, Henry perdeu seu primeiro compromisso com as luvas do Ultimate. O atleta vinha de triunfo sobre Raoni Barcelos, em confronto que marcou sua estreia na organização.

A luta

O confronto começou com Henry tomando a iniciativa com um chute no tronco do brasileiro. Raphael economizava nos golpes e buscava encontrara a distância para atacar. Com um minuto de confronto, Assunção bloqueou um chute do adversário e respondeu com um cruzado. Na metade do assalto, o tupiniquim arriscou uma queda e agrediu o oponente com dois cruzados na sequência. Perto do minuto final, o brasileiro passou a pressionar o norte-americano contra as grades, mas o adversário conseguiu se afastar. Perto de acabar o assalto, Victor lançou dois chutes altos, bloqueados pelo tupiniquim, que responde com um cruzado. O round acabou com os lutadores trocando ataques no centro do octógono.

PUBLICIDADE:

No segundo assalto, Henry encurtou a distância e lançou um chute rodado no corpo do brasileiro, que respondeu na mesma moeda. Com quase dois minutos decorridos, Victor atacou com novo chute rodado, mas acabou se desequilibrando e Raphael caiu por cima. O brasileiro tentou chegar às costas, mas o norte-americano conseguiu se levantar. Com dois minutos restantes para acabar o round, Assunção bloqueou um chute do oponente e lançou dois diretos limpos no rosto do adversário. Henry se desequilibrou e Raphael voltou a atacar por cima. Nos segundos finais, o tupiniquim golpeava de cima para baixo, mas não havia mais tempo.

O último round começou com Assunção tomando a iniciativa com dois jabs. Henry caminhava para frente e tentava acuar o brasileiro próximo às grades. Mesmo andando para trás, Raphael agrediu com um overhand, mas o norte-americano impressionava com a resistência. Com pouco mais de um minuto passado, o tupiniquim conseguiu uma queda e voltou a pressionar o rival. Victor conseguiu ficar de pé, mas foi atingido com um novo direto do oponente. Na metade do round, Henry sofreu uma dura joelhada no rosto, mas continuava caminhando na direção do tupiniquim. Nos segundos finais, Assunção encurtou e buscava uma queda no oponente. Henry se defendia e tentava impedir a ação do tupiniquim. O norte-americano se desvencilhou, mas recebeu um cruzado de esquerda, mas não havia mais tempo.

PUBLICIDADE:

Ex-rival de José Aldo é nocauteado em estreia nos galos

J. Martinez (esq.) derrotou C. Swanson (dir.) no UFC Las Vegas 62. Foto: Reprodução/Instagram

Rival de José Aldo nos tempos de WEC, Cub Swanson não teve sucesso em seu primeiro teste no peso galo. Veterano do MMA, o atleta de 38 anos foi vítima do promissor Jonathan Martinez. Após pressão no primeiro round, o atleta sucumbiu ao rival e foi nocauteado após sequências de chutes baixos.

Com o resultado, Martinez amplia seu bom momento. Agora, o atleta soma quatro vitórias seguidas e segue a escalada rumo ao topo da categoria liderada por Aljamain Sterling.

PUBLICIDADE:

Profissional no MMA há 18 anos, Swanson falhou na tentativa de se reinventar na companhia. O atleta também não consegue chegar ao segundo triunfo seguido.

Após a vitória, Jonathan mostrou personalidade. O combatente pediu um confronto contra o antigo campeão dos galos, Dominick Cruz.

Dusko Todorovic vira luta e atropela Jordan Wright

J. Wright (esq.) recebe ataque de D. Todorovic (dir.) no UFC Las Vegas 62. Foto: Reprodução/Instagram

A ‘luta dos desesperados’, inserida no card principal, teve tons dramáticos e virada marcante. Em confronto disputado no peso médio (até 83,9kg.), Dusko Todorovic mostrou alta capacidade de reverter situações tensas e bateu Jordan Wright de forma categórica. Depois de ser amplamente dominado no primeiro round, o atleta se recuperou na segunda etapa e derrotou o adversário com um duro nocaute técnico.

Com o resultado, Todorovic ‘respira’ aliviado na organização. O atleta subiu no octógono pressionado por um retrospecto recente de três tropeços nas últimas quatro apresentações.

Alegria de um lado, preocupação do outro. Batido evento, Wright se complica de vez na companhia. Com o revés, o lutador, agora, acumula quatro tropeços em seis desafios no UFC.

Alonzo Menifield massacra e complica Misha Cirkunov

A. Menifield (dir.) derrotou M. Cirkunov no UFC Las Vegas 62. Foto: Reprodução/Instagram

Inserido no confronto que abriu o card preliminar, Alonzo Menifield pode dizer que sequer suou. Adversário de Misha Cirkunov em confronto disputado nos meio-pesados (até 93kg.), o norte-americano fez valer a fama de nocauteador e protagonizou um verdadeiro massacre diante do rival. O triunfo chegou após uma combinação de socos, que apagou o oponente com pouco mais de um minuto de embate.

Com o resultado, Menifield confirmou o bom momento na carreira. O atleta, agora, soma dois resultados positivos em sequência.

Atropelado no espetáculo, Cirkunov se complica de vez na organização. O tropeço marcou o quarto revés seguido do russo.

Estatísticas do UFC Las Vegas 62

Resultados do UFC Las Vegas 62

CARD PRINCIPAL 

Peso mosca (até 56,7kg.): Alexa Grasso derrotou Viviane Araújo na decisão unânime dos juízes (50-45, 49-46, 49-46)

Peso galo (até 61,2kg.): Jonathan Martinez derrotou Cub Swanson por nocaute técnico a 4m19s do R2

Peso médio (até 83,9kg.): Dusko Todorovic derrotou Jordan Wright por nocaute técnico a 3m12 do R2

Peso galo (até 61,2kg.): Raphael Assunção derrotou Victor Henry na decisão unânime dos juízes  (30-27, 30-27, 30-27)

Peso meio-pesado (até 93kg.): Alonzo Menifield derrotou Misha Cirkunov por nocaute a 1m28s do R1

CARD PRELIMINAR 

Peso galo (até 61,2kg.): Mana Martinez derrotou Brandon Davis na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso médio (até 83,9kg.): Jacob Malkoun derrotou Nick Maximov na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso pena (até 65,7kg.): Joanderson Tubarão derrotou Lucas Alexander por finalização (mata leão) aos 2m02s do R1

Peso palha (até 52,1kg.): Piera Rodriguez derrotou Sam Hughes na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso mosca (até 56,7kg.): Tatsuro Taira derrotou CJ Vergara por finalização (chave de braço) aos 4m19s do R2

Peso meio-médio (até 77kg.): Pete Rodriguez derrotou Mike Jackson por nocaute aos 1m33s do R1

Leia Mais sobre: , , , , , ,


Confira todos os resultados do UFC Las Vegas 92 Resultados do UFC St. Louis Resultados do UFC 301 Resultados do UFC Las Vegas 91 Resultados do UFC 300