UFC retira Nate Diaz do ranking dos leves devido a ‘recusas em aceitar lutas’

De acordo com porta-voz da organização, lista de lutadores é voltada apenas para atletas em atividade

N. Diaz. (foto) não aparece mais no ranking do UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

N. Diaz. (foto) não aparece mais no ranking do UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

O fã de MMA mais atento deve ter percebido que dois nomes foram recentemente retirados do ranking oficial do UFC na categoria dos leves. Antigo nome a ser escalado para lutar pelo cinturão, TJ Grant não aparece mais na lista, já que está afastado do octógono desde maio de 2013. Já Nate Diaz também saiu do ranking mesmo estando inativo apenas desde novembro do ano passado.

A justificativa dada pelo UFC, no entanto, é curiosa. De acordo com a organização, o ranking é voltado apenas para lutadores que estão em atividade, o que não considera ser o caso de Diaz. “Nate Diaz foi removido devido à sua inatividade e suas recusas em aceitar lutas. Não há uma previsão de quando ou se ele retornará. Portanto, ele foi removido do ranking”, disse um representante do UFC ao site da emissora norte-americana “ESPN”.

Desde que bateu Gray Maynard, no final do ano passado, Diaz vem se envolvendo em algumas polêmicas com o UFC. Ele chegou a ir ao Twitter para reclamar de seu salário e até mesmo pediu para ser liberado de seu atual contrato.

Porém, a explicação do UFC causa estranheza, já que há outros nomes que, mesmo inativos, permanecem em seu ranking oficial. É o caso, por exemplo, de Dominick Cruz, que é o nono colocado entre os galos mesmo estando fora de ação desde outubro de 2011.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments