Ex-campeão, Tim Sylvia quer voltar ao UFC: ‘Lutaria praticamente de graça’

Veterano iniciou campanha na internet após Ultimate anunciar que fará evento no Maine, seu estado natal

Sylvia (foto) foi lutador do UFC entre 2002 e 2008.Foto: Divulgação/UFC

Sylvia (foto) foi lutador do UFC entre 2002 e 2008.Foto: Divulgação/UFC

Depois de Andrei Arlovski, que recentemente retornou ao UFC após seis anos, outro veterano quer voltar a lutar dentro do octógono. O também ex-campeão dos pesados Tim Sylvia iniciou uma campanha pelo Facebook para voltar à maior organização de MMA do planeta.

A ideia surgiu após o UFC anunciar que realizará um evento no estado norte-americano do Maine, no dia 16 de agosto. Sylvia, nascido no Maine (daí seu apelido, “The Maine-iac”), rapidamente iniciou uma campanha para participar do evento, sugerindo até que lutaria “quase de graça”.

“Por favor, entrem em contato com o pessoal do UFC através das redes sociais. Dana White [presidente do UFC], Joe Silva, Sean Shelby [matchmakers do UFC], Lorenzo Fertitta [sócio do UFC], vamos fazê-los entender que as pessoas querem ver o Maine-iac original no card. Quero lutar pelos meus fãs, amigos e família em uma de minhas cidades natais. É a combinação perfeita”, escreveu o lutador.

“Sim, ser pago é um bônus, mas é na minha cidade natal. É um sonho lutar em minha cidade natal, e eu o faria praticamente de graça. Não tenho muitas lutas pela frente na minha carreira e eu seria capaz de matar para encerrar em minha cidade natal para meus conterrâneos Maine-iacs”, concluiu o veterano.

Sylvia, de 38 anos, foi campeão dos pesados do UFC por mais de uma oportunidade. Na primeira delas, conquistou o título ao nocautear Ricco Rodriguez, mas foi destronado ao ser flagrado no exame antidoping após sua primeira defesa, contra Gan McGee. Depois, tentou reconquistar o cinturão em duas oportunidades, mas perdeu para Frank Mir e para Andrei Arlovski (contra o último pelo cinturão vago, após Mir sofrer um grave acidente de moto e abandonar o título).

O Maine-iac recuperou o cinturão em 2006, após bater Arlovski por nocaute em uma luta de reviravoltas. No ano seguinte, voltou a ser derrotado, desta vez por Randy Couture. Sua última tentativa de cinturão no UFC foi em 2008, quando enfrentou Rodrigo Minotauro pelo título interino, após Couture deixar o Ultimate. Depois de dois rounds de domínio, Sylvia foi vítima do perigoso jogo de solo do brasileiro, que conseguiu uma finalização com uma guilhotina.

Esta foi a última participação de Sylvia no UFC até hoje. De lá para cá, o norte-americano fez algumas lutas de destaque, como os combates contra Fedor Emelianenko e o ex-lutador de boxe Ray Mercer, além de um quarto confronto com Arlovski. Em seus últimos três combates, Sylvia sofreu três derrotas, para Satoshi Ishii, Tony Johnson e Ruslan Magomedov.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments