Cruz reconhece que terá de reconstruir seu caminho rumo ao cinturão do UFC

Afastado das lutas desde 2011, ex-campeão dos galos acredita que é o melhor lutador do peso do mundo

Dominick Cruz não luta desde outubro de 2011. Foto: Josh Hedges/UFC

Dominick Cruz não luta desde outubro de 2011. Foto: Josh Hedges/UFC

Dominick Cruz não espera por uma luta de cinturão assim que estiver saudável para poder fazer o seu tão aguardado retorno ao UFC. O lutador perdeu o título dos galos devido ao longo tempo em que esteve inativo, já que sua última luta aconteceu em outubro de 2011.

De lá para cá, Cruz, sofreu algumas sérias lesões, sendo a mais grave delas no joelho. Ele esteve perto de fazer seu retorno em fevereiro, mas voltou a se machucar, o que o fez abrir mão de seu título e entregá-lo ao campeão interino, Renan Barão.

Em entrevista ao site norte-americano “MMA Fighting”, Cruz afirmou que está mentalmente pronto para iniciar sua caminhada rumo a uma nova luta pelo título. “Eu nunca escolhi lutas em momento algum de minha carreira, nem mesmo quando eu era o campeão. Ainda acredito, no fundo do meu coração, que sou o melhor peso galo do mundo assim que eu estiver totalmente saudável. Mas eu nunca escolhi lutas e não começarei a fazer isso agora. Independentemente de qual luta me oferecerem, eu aceito. Estarei em minha posição desde que eu mereça, e eu reconstruirei meu caminho se eu precisar”, explicou Cruz.

Após sua mais recente lesão, pouco se falou sobre quando será o retorno do norte-americano ao UFC. E ele explica o porquê: “O motivo pelo qual eu não tenho uma previsão é porque eu estou tentando recuperar o meu corpo. Minha ideia é retornar e permanecer ativo, e não voltar por uma luta e me machucar novamente. Estou tentando deixar meu corpo 100%, e estarei de volta ainda neste ano”, comentou.

Inicialmente, divulgou-se que a lesão mais recente de Cruz foi na virilha. No entanto, o lutador corrigiu a informação e afirmou que o problema se deu em um músculo da perna. “Foi anunciado que era uma lesão na virilha porque é uma lesão confusa. O quadríceps se rompeu basicamente na altura da virilha, perto da pélvis. Então, é como se fosse uma lesão na virilha, mas não é. Foi bem feio”, detalhou o lutador, que contou que ainda não consegue dar chutes com sua perna por conta da lesão.

Cruz fez apenas duas lutas no UFC, contra Urijah Faber e o atual campeão dos moscas, Demetrious Johnson. Venceu ambas na decisão unânime dos juízes. Em sua carreira no MMA, possui um cartel de 19 vitórias e uma derrota, esta sofrida para o próprio Faber em 2007, no extinto evento WEC.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments