Técnico projeta futuro de Dillashaw: ‘Faz mais sentido enfrentar Raphael Assunção’

Duane Ludwig acredita que revanche contra Barão só deveria acontecer após duelo entre o brasileiro e Urijah Faber

D. Ludwig (esq.) e Dillashaw (dir.), parceria rendeu frutos para o novo campeão. Foto: Reprodução/Facebook

D. Ludwig (esq.) e Dillashaw (dir.), parceria rendeu frutos para o novo campeão. Foto: Reprodução/Facebook

Desde que T. J. Dillashaw surpreendeu o mundo do MMA e venceu Renan Barão no UFC 173, realizado no último dia 24 de maio, uma grande dúvida tem intrigado os fãs e a mídia especializada: quem será o primeiro desafiante ao novo campeão? As principais possibilidades apontam para dois brasileiros: Raphael Assunção, terceiro colocado no ranking e invicto há seis lutas, ou Renan Barão, que teria uma revanche imediata pelo cinturão. Para o treinador de Dillashaw, Duane Ludwing, é Assunção quem está mais próximo de lutar pelo título.

“Acho que provavelmente faria mais sentido enfrentar o Raphael Assunção (que venceu Dillashaw por decisão dividida em outubro de 2013). Não me importaria em ver novamente uma luta entre Barão e Faber, mas Urijah Faber vai lutar contra Bruce Leroy (apelido do norte-americano Alex Caceres). Eu tenho certeza que ele vai vencê-lo. Então, após alguns meses, gostaria de ver Faber contra Barão, com o vencedor enfrentando quem passar entre Dillashaw e Raphael Assunção, que será o T. J.”, disse Ludwig, em entrevista ao site “MMA Fighting”.

Ludwig encerrou seu ciclo à frente da Team Alpha Male justamente no UFC 173, revelou que vai seguir trabalhando com alguns atletas da equipe e afirmou que não tem dúvidas em qual córner estaria caso T. J. Dillashaw e Urijah Faber, ambos do time californiano, viessem a se enfrentar. “Sendo um líder e um modelo para os lutadores, eu não deveria ter um preferido. Mas, eu tenho. Para mim, Dillashaw é especial. Não sei, mas ele é como um irmão meu. Tenho 100% de certeza que esse título do T.J. é o feito mais importante da minha carreira e isso aconteceu porque ele evoluiu muito rápido. Em uma possível luta contra Faber, não tenho dúvidas que ficaria no córner de Dillashaw. Não há a menor chance de ficar no córner contrário ao dele”. concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments