Ex-colega de bancada, Stann aprova demissão de Sonnen: ‘Não havia outra escolha’

Aposentado norte-americano, que já enfrentou Sonnen em 2011, criticou o falastrão após mais recente caso de doping

Stann (foto) aprovou demissão de Sonnen. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Stann (foto) aprovou demissão de Sonnen. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

A demissão de Chael Sonnen do programa “UFC Tonight”, da emissora norte-americana FOX Sports, repercutiu entre os seus ex-colegas na atração. O ex-lutador Brian Stann, que também atua como comentarista no programa, aprovou a decisão tomada em conjunto pela FOX e o UFC.

Sonnen foi dispensado da atração após falhar em um outro exame antidoping, que desta vez apresentou GH, o hormônio do crescimento, e eritropoietina. O hormônio de crescimento é um anabólico muito utilizados por fisiculturistas, enquanto que a eritropoietina atua no aumento da produção de células vermelhas do sangue, que carregam oxigênio para os músculos, aumentando, assim, a resistência e o vigor.

Stann, que já enfrentou Sonnen no UFC em 2011, sendo finalizado, foi perguntado em seu Twitter sobre qual seria sua opinião sobre o caso. O ex-atleta afirmou que a demissão de seu colega era a única saída aceitável neste episódio. “Em minha opinião, não havia outra escolha”, disse Stann, que, apesar de quase sempre ser respeitoso com seus colegas, alfinetou Sonnen. “A adversidade mostra seu verdadeiro caráter. Se o seu primeiro instinto é mentir ou se esconder, então você tem sérias falhas”, concluiu o último adversário de Wanderlei Silva.

Sonnen (esq.) e Stann (dir.) se enfrentaram em 2011. Foto: Divulgação/UFC

Sonnen (esq.) e Stann (dir.) se enfrentaram em 2011. Foto: Divulgação/UFC

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments