Sonnen assume responsabilidade por caso de doping e diz que vai colaborar com comissão

Ex-lutador norte-americano enviou uma resposta oficial à Comissão de Nevada após queixa formal apresentada

C. Sonnen (foto) se aposentou recentemente do MMA. Foto: Josh Hedges/UFC

C. Sonnen (foto) se aposentou recentemente do MMA. Foto: Josh Hedges/UFC

Chael Sonnen deu uma resposta oficial à queixa emitida pela Comissão Atlética de Nevada referente ao seu recente caso de doping. Por meio de seu advogado, Jeff Meyer, o ex-lutador norte-americano garantiu que irá assumir toda a responsabilidade de seus atos e que irá colaborar como puder para resolver o caso da maneira mais rápida possível.

Em um teste realizado no fim de maio, como preparativo para a luta que faria contra Wanderlei Silva no UFC 175, Sonnen testou positivo para as substâncias anastrozol e clomifeno; depois, para GH, o hormônio do crescimento, e eritropoietina. Por isso, recebeu da NSAC uma queixa formal que poderá render a ele uma multa de US$ 250 mil, além de outras punições caso queira voltar a competir.

O advogado de Sonnen apresentou, na última terça-feira (8), a seguinte resposta a NSAC: “O senhor Sonnen não contesta nenhuma das alegações contidas na queixa. O senhor Sonnen admite sua responsabilidade em suas atitudes e estará em conformidade com a comissão para a rápida resolução deste caso.”

Sonnen poderia recorrer da queixa apresentada pela NSAC até o dia 17 de julho, mas tudo indica que isso não irá acontecer. Assim, o caso do norte-americano deverá ser avaliado pela comissão na audiência que será realizada no dia 17 de julho.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments