Leon Edwards responde provocações de Colby Covington com atuação dominante e defende cinturão no UFC 296

Alvo de ofensas do desafiante ao longo da semana, inglês anula ‘bad boy’ e se mantém como campeão dos meio-médios

Leon Edwards (esq.) em luta contra Colby Covington (dir.) no UFC 296. Foto: Reprodução/Twitter @UFC

Vítima de provocação que extrapolou os limites do esporte, Leon Edwards respondeu Colby Covington no octógono. Protagonista do UFC 296, realizado neste sábado (16), em Las Vegas (EUA), o inglês subiu no cage para se provar diante do polêmico norte-americano. Com atuação dominante, o lutador não deu chances ao rival e controlou o confronto por grande parte dos cinco rounds disputados, vencendo na decisão unânime dos juízes e mantendo o cinturão dos meio-médios (até 77,1kg.).

Além da conquista pessoal, Edwards tem mais o que celebrar. No topo da divisão, o inglês soma êxito na segunda defesa de título e amplia o bom momento para 13 confrontos sem sofrer derrotas.

PUBLICIDADE:

Ex-campeão interino do grupo, Covington foi novamente frustrado no sonho de somar o título linear da divisão. Aos 35 anos, o norte-americano havia sido duas vezes superado como desafiante ao trono, ambas quando o ‘rei’ ainda era Kamaru Usman.

Campeão inabalável

A luta começou com os atletas economizando nos ataques e aguardando o melhor momento para atacar. O primeiro toque, de fato, foi de Covington, que lançou um chute alto, que explodiu na guarda do campeão. Na metade da etapa, o desafio era tenso, com os protagonistas se estudando e evitando erro fatal. Com quase três minutos passados, Leon obrigou Colby a caminhar para trás depois de um jab limpo. A movimentação de Edwards confundia Covington, que telegrafou uma tentativa de queda, facilmente defendida pelo campeão. A etapa acabou com os atletas se estudando no octógono.

PUBLICIDADE:

O segundo round começou com Covington atacando primeiro, com um chute no tronco do campeão. Edwards administrava a distância e aguardava para lançar o melhor ataque. Covington passou a se soltar e atacava com jabs e diretos. Edwards caminhava em direção do desafiante e buscava acuar o rival próximo às grades. Com dois minutos passados, Leon passou a apostar no chute as pernas do oponente, que se desequilibrava a cada ação na base. Na metade da etapa, Edwards não se afobava e lançava ataques pontuais, levando vantagem na trocação.

No terceiro round, Covington tentou uma queda logo nos segundos iniciais, mas Leon se esquivou com facilidade. O desafiante seguia com dificuldades em tocar o campeão e lançava ataques no vazio. Com quase dois minutos, Colby ‘voou’ nas pernas do inglês e conseguiu a queda. O norte-americano conseguiu chegar em posição de vantagem e golpeava no ground and pound. Leon conseguiu ficar de pé e respondeu a ação com um chute que explodiu na cabeça do oponente. Na sequência, foi a vez de Edwards levar o rival para o chão em queda. Leon, no entanto, permitiu que o adversário ficasse de pé. Nos segundos finais, Edwards administrou a vantagem, até que o cronômetro zerou.

PUBLICIDADE:

O quarto assalto teve início com Covington lançando um chute alto, que explodiu na guarda do campeão. Ainda no primeiro minuto, Colby tentou uma queda, mas Leon se defendeu. O desafiante pressionou o inglês contra as grades, mas se descuidou do pescoço. Edwards arriscou um estrangulamento, mas o norte-americano conseguiu escapar. Afastados, o campeão caminhava na direção do rival. Com quase dois minutos passados, um direto limpo de Leon entrou no rosto de Covington, que seguia ‘perdido’ no confronto. Na metade da etapa, Colby encurtou e voltou a buscar queda. Edwards continuava efetivo nas defesas e frustrava as investidas do rival. Nos segundos finais, Covington surpreendeu o campeão com uma queda e arriscou uma finalização. Edwards conseguiu se desvencilhar e ficar de pé. A etapa acabou com os lutadores trocando ataques no centro do octógono.

No último round, Edwards apostava nos contragolpes e aguardava as ações do desafiante. Com pouco mais de um minuto, Covington voltou a tentar queda, mas Edwards seguia focado em frustrar o oponente. Leon devolveu a queda e rapidamente chegou às costas. Na sequência, foi a vez de Colby reverter a posição e ficar por cima. O desafiante buscava as transições, enquanto o inglês tentava travar o embate. No minuto final, Covington lançava ataques de cima para baixo, mas os golpes entravam sem potência. Nos segundos finais, o desafiante seguia em vantagem, mas não havia mais tempo.

Resultados do UFC 296

CARD PRINCIPAL 

PUBLICIDADE:

Peso meio-médio (até 77,1 kg): Leon Edwards derrotou Colby Covington na decisão unânime dos juízes (49-46, 49-46, 49-46) – luta pelo cinturão

Peso mosca (até 56,7 kg): Alexandre Pantoja derrotou Brandon Royval na decisão unânime dos juízes (50-45, 50-45, 49-46) – luta pelo cinturão

Peso meio-médio (até 77,1 kg): Shavkat Rakhmonov finalizou Stephen Thompson com um mata-leão a 4m46s do R2

Peso leve (até 70,3 kg): Paddy Pimblett derrotou Tony Ferguson na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso pena (até 65,7 kg): Josh Emmett derrotou Bryce Mitchell por nocaute a 1m57s do R1

CARD PRELIMINAR

Peso meio-pesado (até 93 kg): Alonzo Menifield derrotou Dustin Jacoby na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso galo (até 61,2 kg): Irene Aldana derrotou Karol Rosa na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso galo (até 61,2 kg): Cody Garbrandt derrotou Brian Kelleher por nocaute a 3m42s do R1

Peso mosca (até 56,7 kg): Ariane Lipski finalizou Casey O’Neill com uma chave de braço a 1m18s do R2

Peso mosca (até 56,7 kg): Tagir Ulanbekov derrotou Cody Durden por finalização (mata-leão) a 4min25s do R2

Peso pena (até 65,7 kg): Andre Fili derrotou Lucas Almeida por nocaute técnico (socos) a 3min32s do R1

Peso pesado (até 120,2 kg): Shamil Gaziev derrotou Martin Buday por nocaute técnico (socos) a 56s do R2

Estatísticas do UFC 296

Vitor Belfort promete surra em em Popó após luta contra Bambam

Leia Mais sobre: , ,


Resultados do Fight Music Show 4 Resultados do PFL x Bellator Resultados do UFC 298 Resultados do UFC Las Vegas 86 Resultados do UFC 297