Miesha Tate pede luta e Bethe Pitbull aprova: ‘Nunca corro de um desafio’

Norte-americana demonstrou interesse em enfrentar a brasileira e recebeu resposta quase instantânea

M. Tate (esq.) é a 2ª no ranking oficial e B. Pitbull (dir.) é a 8ª. Foto: Produção SUPER LUTAS (Josh Hedges/UFC)

M. Tate (esq.) é a 2ª no ranking oficial e B. Pitbull (dir.) é a 8ª. Foto: Produção SUPER LUTAS (Josh Hedges/UFC)

Com Cat Zingano praticamente confirmada como próxima desafiante ao título da categoria peso galo feminina, as principais atletas da divisão devem se manter ativas para continuarem no encalço da campeã Ronda Rousey e seu cinturão. Neste intuito, a norte-americana Miesha Tate já parece ter definido quem quer encarar em seguida: a brasileira Bethe Pitbull. Em entrevista, Miesha elogiou a paraibana e propôs um duelo entre elas.

VEJA TAMBÉM:

Renan Barão enfrenta Mitch Gagnon no UFC Barueri
Lutadora transexual faz duras críticas a Cris Cyborg
Sonnen diz não estar arrependido por doping

“Ela (Bethe) está indo muito bem e ela não tem medo de se meter em uma luta. Ela está invicta e tem um estilo de luta empolgante. As duas últimas adversárias que venci somente queriam me agarrar e me levar para o chão. Elas não queriam trocar socos comigo de forma nenhuma. Isso não é divertido pra mim. Eu gosto de pessoas que ficam em pé e lutam. Eu acho que a Bethe Correia é uma lutadora completa e nós poderíamos vencer o prêmio de Luta da Noite”, disse Tate, ao site “Ask Men”.

Poucas horas depois, ao tomar conhecimento do desafio proposto por Miesha, foi a vez de Bethe se manifestar e se colocar a favor da luta. “Todos sabem que eu quero ser a campeã. E lutar contra a campeã é algo que eu tenho buscado, algo que eu tenho trabalhado para conseguir. Eu não tenho nem ideia da razão pela qual a Tate decidiu aparecer com essa história. Mas todos me conhecem e sabem como sou, eu nunca recuo diante de uma luta, eu sou Bethe Correia. Eu nunca corro de um desafio. Quem quer que seja que esteja me desafiando, é bom que esteja usando um bom protetor bucal, porque eu responderei no octógono com socos direto na sua boca”, afirmou a brasileiro ao site do canal norte-americano “FOX Sports”.

Aos 31 anos, Bethe Pitbull tem um cartel de nove vitórias em nove lutas. A brasileira estreou no UFC em dezembro do ano passado, conquistou três triunfos consecutivos e se tornou a rival número um do grupo “Four Horsewomen”, liderado pela campeã Ronda Rousey. Já Miesha Tate, de 28 anos, tem um retrospecto de 15 vitórias e cinco derrotas. “Cupcake”, como é conhecida, é ex-campeã da categoria peso galo feminina do extinto Strikeforce e atualmente ocupa a segunda posição no ranking do Ultimate.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments