Urijah Faber finaliza de maneira polêmica no card preliminar do UFC 181

‘Califórnia Kid’ aplicou uma dedada no olho de Rivera antes de encaixar estrangulamento; irmão de Pettis também vence

Faber (foto) derrotou Rivera de forma polêmica. Foto: Divulgação/UFC

Faber (foto) derrotou Rivera de forma polêmica. Foto: Divulgação/UFC

Não faltou movimentação no card preliminar do UFC 181, realizado na noite deste sábado (6) em Las Vegas, nos Estados Unidos. Nocaute, finalizações, histórias de superação e uma polêmica marcaram as primeiras lutas da atração.

Principal estrela do card preliminar, Urijah Faber entrou como franco favorito para o combate contra Francisco Rivera. Porém, o “Califórnia Kid” não teve vida fácil e, apesar de ter saído com a vitória, acabou não convencendo o público presente no Mandalay Bay Events Center devido a uma polêmica.

Veja Também

Faber expressa admiração por Barão e Aldo, mas critica Cruz: ‘Esse cara é um idiota’
Hérica Tibúrcio faz história, bate a ‘Gata do Caratê’ e conquista cinturão do Invicta
Vídeo: Em novo comercial, Anderson Silva ‘sai do fundo do poço’ para retorno ao UFC

Faber iniciou o combate com bastante agressividade, caminhando para frente e trabalhando alguns golpes, embora sem grande eficiência. Mais na defensiva, Rivera tentava contra-atacar, inclusive conectando bons cruzados ao término do primeiro round.

No segundo período, no entanto, veio a grande controvérsia. Faber aplicou uma dedada no olho de Rivera, que claramente sentiu. O árbitro do combate, Mário Yamasaki, não percebeu o lance e deixou a luta prosseguir, sendo que Faber imediatamente aplicou um estrangulamento e fez seu adversário bater em desistência.

Apesar de o replay ter mostrado claramente o lance ilegal, a vitória por finalização de Faber acabou confirmada. Foi a segunda vitória consecutiva de Faber por finalização, chegando agora a 32 vitórias e sete derrotas no MMA profissional. Já Rivera perdeu sua segunda consecutiva, já que havia sido derrotado por Takeya Mizugaki em maio.

Irmão de Anthony, Sergio Pettis vence terceira no UFC

Pettis (foto) venceu sua terceira no UFC. Foto: Divulgação/UFC

Pettis (foto) venceu sua terceira no UFC. Foto: Divulgação/UFC

Instantes antes de Anthony Pettis fazer sua primeira defesa do cinturão dos leves, Sergio Pettis garantiu que o UFC 181 começasse de maneira positiva para a família. Irmão mais novo de “Showtime”, Sergio, de 21 anos, virou a luta contra Matt Hobar e se saiu vitorioso no combate válido pela divisão dos galos.

A luta não começou bem para Pettis. Nos segundos iniciais, o “Fenômeno” levou um duro knockdown após Hobar conectar um cruzado de esquerda no queixo. Pettis aparentemente se recuperou rapidamente, mas ficou alguns instantes por baixo enquanto Hobar tentava capitalizar o momento. Depois, Pettis conseguiu se levantar e aos poucos impunha seu jogo.

No segundo round, foi a vez de Pettis começar com tudo. Ágil, o irmão de Anthony conseguiu acertar duros golpes, em especial uma forte canelada, o que fez com que Hobar balançasse. Pettis tentou acabar com o combate de forma agressiva, mas Hobar sobreviveu e terminou o round por cima após aplicar uma queda.

Com o combate claramente com um round para cada lado, os dois atletas voltaram ao período final cientes de que seriam cinco minutos decisivos para o resultado. Devido à movimentação intensa dos dez minutos anteriores, o round final começou mais morno, com ambos conectando bons golpes embora sem grande efetividade. No minuto final, Hobar buscou a queda, mas foi rechaçado por Pettis, e o combate se encerrou com o jovem lutador se defendendo.

Por fim, dois dos juízes marcaram 29 a 28 para Pettis, com o outro anotando 30 a 27 e sacramentando a decisão unânime. Foi a terceira vitória de Pettis em quatro combates no UFC, sendo a segunda consecutiva. Seu único revés no octógono foi em janeiro, quando foi finalizado por Alex Caceres. Já Hobar sofreu sua segunda derrota em três lutas no Ultimate, tendo também perdido para Pedro Munhoz em São Paulo, em maio.

Samman conquista nocautaço em momento emocionante

Josh Samman nocaute Eddie Gordon

Nocaute de Samman foi um dos momentos de destaque do card preliminar. Foto: Divulgação/UFC

O combate entre Josh Samman e Eddie Gordon foi um dos pontos altos do card preliminar do UFC 181. Samman estava afastado de atividade há mais de um ano e meio, pois sofreu com depressão após sua namorada morrer em um acidente de carro enquanto trocava mensagens de texto com o lutador. Samman, que nunca se perdoou pelo acontecido, retornava à ativa contra o campeão do TUF 19, Eddie Gordon, no dia em que justamente seria o aniversário de sua falecida namorada.

O combate não começou fácil para Samman, já que Gordon conseguiu impor seu jogo e travar seu oponente, sobretudo na luta de solo. Porém, no segundo round, Samman aplicou uma canelada certeira no queixo de Gordon, que caiu já inconsciente.

Com isso, Samman conquistou seu terceiro triunfo consecutivo, ampliando seu cartel no MMA profissional para dez vitórias e duas derrotas. Gordon, que vinha de vitória contra Dhiego Lima na decisão do TUF 19, sofreu sua segunda derrota, sendo a primeira por nocaute.

Pennington apaga rival na luta feminina do evento

Evans-Smith apagou com estrangulamento de Pennington. Foto: Divulgação/UFC

Evans-Smith apagou com estrangulamento de Pennington. Foto: Divulgação/UFC

O único combate entre mulheres do evento terminou de forma eletrizante. Raquel Pennington fazia uma luta acirrada com Ashlee Evans-Smith, com muita movimentação tanto em pé quanto no chão. Levando “atraso”, “Rocky” recebeu um golpe que abriu um grande corte em sua testa, mas seguia agressiva para cima da rival.

Nos segundos finais do primeiro round, Pennington encaixou um estrangulamento justo, sendo que Evans-Smith tentava sobreviver. Assim que o gongo soou, Pennington largou a posição, mas a adversária já estava apagada e ficou de cara para o chão.

Assim, Pennington conquistou sua quinta vitória no MMA profissional, contra quatro derrotas sofridas, recuperando-se do revés contra Jéssica Andrade em março. Já Evans-Smith perde sua invencibilidade logo em sua estreia no UFC.

Confira os resultados do card preliminar do UFC 181:

Urijah Faber derrotou Francisco Rivera por finalização no R2;

Josh Samman derrotou Eddie Gordon por nocaute no R2;

Corey Anderson derrotou Justin Jones na decisão unânime dos juízes;

Raquel Pennington derrotou Ashlee Evans-Smith por finalização no R1;

Sergio Pettis derrotou Matt Hobar na decisão unânime dos juízes;

Clay Collard derrotou Alex White na decisão unânime dos juízes;

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments