Ex-campeão do UFC dispara: ‘Ronda, cale a boca e luta contra a Cyborg’

"Bigodudo" Don Frye mandou recado direto para a loira e ridicularizou hipótese de que ela poderia enfrentar um homem

D. Frye (foto) venceu dois torneios do UFC em 1996. Foto: Reprodução

D. Frye (foto) venceu dois torneios do UFC em 1996. Foto: Reprodução

Nas últimas semanas, por causa da iniciativa de um site de apostas, a comunidade do MMA discutiu se a campeã Ronda Rousey poderia ou não enfrentar um homem em uma luta. Muitos atletas comentaram o tema, e até a própria Ronda emitiu sua opinião sobre o assunto, mas nenhum deles foi tão incisivo quanto Don Frye. Campeão do torneio de uma noite do UFC 8 e do UFC 11.5, Frye considerou ridícula a hipótese e deixou claro que Rousey deveria se preocupar com outro nome: Cris Cyborg.

Veja Também

Vídeo: José Aldo vira Scorpion e vence Conor McGregor em Mortal Kombat
TUF Brasil 4: Shogun e Anderson definem times e marcam primeira luta do programa
Cro Cop vinga nocaute sobre Gabriel Napão na estreia do UFC na Polônia
Jonas Bilharinho consegue nocaute espetacular e faz história no Jungle Fight

“Oh, meu Deus, isso é tão ridículo. Por que ela fica pentelhando… qual é o nome daquela lutadora que sobre quem ela sempre está reclamando? Cyborg. Diga a ela que cale a boca e lute contra a Cyborg. Eu não quero ver ela falando de lutar com um homem até ter lutado com a Cyborg. E não insista que para que ela passe por antidopings ou bata o peso por nada. Cale a p*** da boca e lute contra essa mulher como os lutadores de verdade fazem. Não ligue para as regras, isso ou aquilo”, disparou Frye, em entrevista à “Submission Radio”.

Hoje com 49 anos, Don Frye foi um dos pioneiros do UFC, nos tempos que o termo MMA ainda nem era cunhado para se referir à mistura de artes marciais. Participante dos eventos da organização em 1996, e campeão do oitavo campeonato e da segunda edição do “Ultimate Ultimate”, Frye também fez carreira no extinto evento japonês PRIDE e se aposentou em 2011 com um cartel de 20 vitórias, nove derrotas, um empate e uma luta sem resultado.

A despeito das críticas de Frye, Ronda Rousey volta ao octógono no próximo dia 1° de agosto, mas do outro lado do cage não estará Cris Cyborg ou mesmo um atleta do sexo masculino. A adversária da campeã na luta principal do UFC 190, marcado para a HSBC Arena, no Rio de Janeiro (RJ), será a invicta desafiante brasileira Bethe Pitbull.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments