A 10 dias de acontecer, luta entre Mayweather e Pacquiao ainda não teve contrato assinado | SUPER LUTAS

A 10 dias de acontecer, luta entre Mayweather e Pacquiao ainda não teve contrato assinado

Duelo está marcado para o dia 2 de maio; até o momento, por causa do imbróglio, ingressos não foram impressos ou entregues aos compradores

Pacquiao (esq.) e Mayweather (dir.) têm encontro marcado no dia 2 de maio. Foto: Reprodução

Pacquiao (esq.) e Mayweather (dir.) têm encontro marcado no dia 2 de maio. Foto: Reprodução

No dia 2 de maio, a cidade de Las Vegas (EUA) será palco daquela que é considerada a “Luta do Século” no boxe, entre o filipino Manny Pacquiao e o norte-americano Floyd Mayweather Jr. Porém, a apenas 10 dias do grande evento, o contrato do combate ainda não foi assinado pelos lutadores.

Veja Também

Hector Lombard encara Nate Marquardt no UFC 166

A informação foi divulgada pelo canal de TV norte-americano ESPN. Segundo a reportagem, o ponto de divergência que impede a assinatura do contrato é a distribuição dos pacotes de pay-per-view, já que os atletas possuem acordos com emissoras diferentes, Showtime e HBO.

Responsável pela Top Rank, promotora de Manny Pacquiao, Bob Arum disse que o contrato ainda não foi assinado devido pois a versão recebida por ele era diferente da proposta feita meses atrás, quando o combate foi apalavrado. “Nós concordamos que seríamos todos signatários no contrato final, e aí eles no enviaram um projeto do acordo que nos excluía. Eles não querem nos dar voz. Eles não podem agir como se o nosso acordo original não existisse”, revelou Arum.

Já o responsável pela Mayweather Productions (que, como o nome sugere, cuida da carreira do invicto pugilista norte-americano), Leonard Ellerbe, contestou as acusações de Arum e garantiu que o representante de Pacquiao está tentando alterar a proposta original em benefício próprio.

Além de por em risco a realização do duelo, marcado para o dia 2 de maio no MGM Grand Garden Arena em Las Vegas (EUA), a não assinatura dos contratos também fez com que nenhum ingresso fosse impresso e entregue para os torcedores. Além disso, boa parte dos assentos disponíveis para o evento sequer foi posta a venda até o momento.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments