Flagrado no antidoping, Lombard se diz ‘decepcionado com sua estupidez’

Cubano explica que ingeriu substância proibida de forma não-intencional e reclama de punição recebida: ‘Me fizeram de exemplo’

Lombard (foto) minimizou o bom momento de Brown. Foto: Divulgação/UFC

Lombard (foto) foi flagrado em exame antidoping. Foto: Divulgação/UFC

Hector Lombard admitiu que foi pego de surpresa ao tomar conhecimento de que havia sido flagrado em um exame antidoping após sua luta no UFC 182, no início do ano. O cubano, que havia derrotado Josh Burkman na decisão dos juízes, caiu devido a uma substância anabolizante, a qual garante que não ingeriu de maneira proposital.

Veja Também

Campeão do TUF 19 mostra estrago nos dentes após derrota no UFC on FOX 15
Douglas Lima faz primeira defesa de cinturão contra perigoso russo no Bellator 140
Após sucesso nos videogames, UFC lança versão gratuita de seu jogo para dispositivos móveis

Em sua primeira entrevista após a polêmica ter vindo a público, Lombard afirmou que ingeriu um comprimido indicado por um amigo de um amigo para combater sintomas de gripe, o que o fez logo após a pesagem oficial para o evento. “Eu estou muito decepcionado com minha estupidez. Essa é uma das coisas que eram para acontecer. Eu nunca esperaria que uma pílula teria um efeito tão forte. Eu achava que, quando você era pego, era porque você injetava algo ou coisa do tipo”, disse Lombard, em entrevista ao site norte-americano “MMA Fighting”.

Com isso, Lombard recebeu uma suspensão de um ano, além de uma multa de US$ 70 mil e a perda da vitória sobre Burkman – que se transformou em no-contest. O cubano considerou a punição severa demais. “Claro que é injusto. Eles me fizeram de exemplo. Mas o que eu posso fazer? É sempre assim. Quando acontece com Hector, é sempre assim, tentando fazer disso um exemplo. Acredito que, se fosse outra pessoa, a história teria sido diferente. Mas foi bom que isso aconteceu. Quando você está no fundo do poço, você vem quem está do seu lado e quem vai te chutar”, afirmou.

Lombard estará apto a voltar a lutar no início de 2016, quando estará perto de completar 38 anos de idade. Mesmo assim, o atleta garantiu que não irá se aposentar.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments