Thomas Almeida nocauteia Yves Jabouin no primeiro round e mantém invencibilidade

Na abertura do card principal do UFC 186, brasileiro chegou a ser quedado, mas obteve nocaute técnico após sequência fulminante

Thominhas (foto) derrotou Jabouin no UFC 186. Foto: Divulgação/UFC

Thominhas (foto) derrotou Jabouin no UFC 186. Foto: Divulgação/UFC

Promessa brasileira dos galos, Thomas Almeida manteve sua invencibilidade no MMA após nocautear Yves Jabouin ainda no primeiro round na luta de abertura do card principal do UFC 186, realizado na cidade de Montreal, no Canadá.

Veja Também

UFC 186 – Demetrious Johnson x Kyoji Horiguchi – Resultados
UFC 186: Cinturão dos moscas e polêmica de Rampage marcam evento ‘amaldiçoado’

O lutador, de 23 anos de idade, esbanjou sua apurada técnica de trocação para acuar o veterano haitiano, obtendo a interrupção por nocaute técnico aos 4min18s no período inicial.

O combate se iniciou com bastante estudo, praticamente sem nenhuma ação no primeiro minuto. Foi quando Jabouin mergulhou nas pernas de Thominhas e levou o brasileiro para baixo. A luta no solo, no entanto, durou pouco, já que Thomas se levantou rapidamente e o combate voltou a ficar em pé. Em seguida, o brasileiro claramente tentava soltar mais seu jogo, acertando bons golpes em Jabouin. Com o haitiano claramente incomodado, Thominhas despejou diversos golpes na cabeça e na linha de cintura do adversário, que ficou imóvel em pé, nas grades, até a interrupção do árbitro.

Com o resultado, Thomas Almeida amplia seu cartel perfeito no MMA para 18 vitórias e nenhuma derrota, sendo seu segundo triunfo no UFC. Já Jabouin fica com 20 vitórias e dez derrotas.

Destaques do card preliminar:

Na abertura do evento, Markos bate colega de McGregor

O evento começou de maneira movimentada com o combate entre Randa Markos e Aisling Daly, válido pela divisão palha feminina. A luta teve alguns momentos de trocação, com Markos atingindo os melhores golpes, mas, em boa parte de seu tempo, as ações se desenvolveram no solo.

Colega de treinos de Conor McGregor, Daly mostrou garra ao resistir às tentativas de Markos, mas acabou sendo superada na maioria dos momentos. Markos chegou a ficar próxima de finalizar em dois pontos distintos, com um katagatame no primeiro round e uma chave de braço no terceiro. Ao fim, Markos foi apontada a vencedora na decisão unânime dos juízes.

Em duelo de canadenses, Davis finaliza Kaufman e põe fim a freguesia

Um dos pontos altos do card preliminar do UFC 186 foi o duelo entre duas das mais bem ranqueadas lutadoras da divisão galo feminina do UFC na atualidade, Alexis Davis e Sarah Kaufman. Na fase inicial do combate, Kaufman impôs sua trocação e castigou Davis, que tentava sem sucesso levar o combate ao solo.

No entanto, tudo mudou no segundo round, quando Kaufman clinchou, hesitou e sofreu uma bela queda da compatriota. Rapidamente Davis montou e encaixou um triângulo, emendando em seguida para uma chave de braço. Assim, não restou alternativa a Kaufman a não ser bater em resistência.

Com o resultado, Davis colocou fim à freguesia diante de Kaufman, para quem já perdeu duas vezes no passado. As duas lutadoras, no entanto, já caíram diante da atual campeã da categoria, Ronda Rousey, que finalizou Kaufman em 54s em 2012 e nocauteou Davis em 16s em 2014.

Côté bate Riggs em combate de veteranos do Ultimate

No encerramento do card principal do evento, os veteranos Patrick Cóté e Joe Riggs travaram duelo movimentado dentro do octógono. Os experientes atletas não fugiram do combate em momento algum, mas o que fez diferença acabou sendo o jogo de solo e as posições de domínio ao longo dos três rounds de disputa.

Côté incomodou Riggs em alguns momentos, como quando tentou finalizar com uma kimura no primeiro round ou com o intenso ground-and-pound no período final; já Riggs também incomodou no terceiro assalto, especialmente ao pegar as costas do canadensse e tentar o mata-leão. Mas, ao fim dos 15 minutos de disputa, Côté foi anunciado vencedor na decisão unânime dos juízes.

UFC 186 – resultados do card preliminar:

Patrick Côté derrotou Joe Riggs na decisão unânime dos juízes;

Alexis Davis derrotou Sarah Kaufman por finalização no R2;

Chad Laprise derrotou Byan Barberena na decisão unânime dos juízes;

Olivier Aubin-Mercier derrotou David Michaud por finalização no R3;

Nordine Taleb derrotou Chris Clements na decisão unânime dos juízes;

Valérie Létorneau derrotou Jessica Rakoczy na decisão unânime dos juízes;

Randa Markos derrotou Aisling Daly na decisão unânime dos juízes;

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments