Rampage elogia Maldonado e desafia: ‘Quero Shogun, Glover, Rashad, até chegar a Jones’

Norte-americano se empolga com vitória em reestreia e exalta postura e resistência de rival no UFC 186

Jackson (foto) quer retomar seu caminho rumo ao cinturão com vitórias contra seus algozes do passado. Foto: Reprodução

Jackson (foto) quer retomar seu caminho rumo ao cinturão com vitórias contra seus algozes do passado. Foto: Reprodução

Quinton Rampage Jackson comemorou a reestreia com o pé direito no UFC, neste sábado (25), em Montreal, no Canadá. O norte-americano, ex-campeão dos meio-pesados, derrotou Fábio Maldonado na segunda luta mais importante do UFC 186, conquistando sua primeira vitória no octógono desde maio de 2011.

Veja Também

Johnson domina Horiguchi, finaliza no último segundo e mantém cinturão dos moscas do UFC
Rampage Jackson leva a melhor sobre Fábio Maldonado e volta ao UFC com vitória
Thomas Almeida nocauteia Yves Jabouin no primeiro round e mantém invencibilidade

Mais do que o triunfo, Rampage valorizou a forma com a qual a luta se desenrolou, passando praticamente todos os 15 minutos de ação na trocação. “Para ser sincero, eu fiquei feliz só em não lutar com um cara que estava desesperado em me quedar. Quando você luta com um homem, um lutador de MMA de verdade, você consegue usar mais seus chutes, seus joelhos”, destacou o lutador, em entrevista coletiva após o combate.

Mais do que a postura do brasileiro, Rampage elogiou a resistência do sorocabano a golpes, atribuindo a isso o fato de não ter conseguido o nocaute. “Eu não tenho desculpas, eu não estava enferrujado e treinei mais duro do que jamais treinei antes. Não tenho desculpas. Só acho que Fábio não é humano. Eu dei tudo o que eu podia, e ele pedia por mais. Não sabia o que fazer, então eu continuei tentando”, apontou.

Contudo, a trajetória de Rampage rumo ao UFC 186 não foi fácil, já que ele chegou a ser retirado do card devido a problemas na justiça com o Bellator. “Este foi o período mais estressante em toda minha carreira. Eu luto há 15 anos e nunca precisei lidar com o que precisei lidar só pra chegar até aqui. Espero não ter que passar por isso de novo, mas eu sou um lutador e luto contra tudo que for preciso”, afirmou.

Agora empolgado com a vitória, Rampage espera se vingar de alguns de seus algozes no passado até chegar ao atual campeão da cateogira, Jon Jones. “Sinceramente, eu quero vencer todo mundo que me derrotou no passado. Shogun, Glover, Rashad, até abrir caminho rumo a Jon Jones. Estou com essa missão”, comentou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments